# Notícias Gerais

26 de Maio de 2017 às 15:11

Representante comercial de Uberlândia morre em colisão na Bahia

Carreta estava carregada de Sal.


 

Um acidente foi registrado na manhã da última quinta-feira (25) na BR-116, entre o entroncamento de Jaguaquara e Jequié.

Segundo informações da PRF, o condutor de um veículo modelo Renaut Clio placa PXH-4262 da cidade de Uberlândia MG, colidiu com uma carreta carregada de sal.

De acordo com informação obtidas pela PRF, Marcos José de Souza, de 51 anos teria forçado uma ultrapassagem quando colidiu o veículo de frente com uma carreta, que trafegava sentido contrário da rodovia.

O corpo ficou preso às ferragens do veículo, que ficou totalmente destruído com o impacto da batida.

O corpo foi recolhido do local e levado ao IML de Jequié e posteriormente devolvido aos familiares, que devem fazer o translado para a cidade natal da vítima.

Segundo informações de populares o condutor do veículo Marcos José de Souza seria um representante de uma empresa.

Fonte: Itiruçu Online

26 de Maio de 2017 às 13:35

Evangelho do Dia

Ninguém vos poderá tirar a vossa alegria.

"Em verdade, em verdade vos digo: haveis de lamentar e chorar, mas o mundo se há de alegrar. E haveis de estar tristes, mas a vossa tristeza se há de transformar em alegria. Quando a mulher está para dar à luz, sofre porque veio a sua hora. Mas, depois que deu à luz a criança, já não se lembra da aflição, por causa da alegria que sente de haver nascido um homem no mundo. Assim também vós: sem dúvida, agora estais tristes, mas hei de ver-vos outra vez, e o vosso coração se alegrará e ninguém vos tirará a vossa alegria. Naquele dia não me perguntareis mais coisa alguma”.

Evangelho de hoje: Jo 16,20-23a

25 de Maio de 2017 às 14:57

Funerária São Pedro e Príncipe da Paz informa: Faleceu em Patos de Minas (MG) Sra. Margareth Rose França (Tia Nene) aos 80 anos.

Sepultada dia 25/05/2017

Faleceu em Patos de Minas dia 22/05/2017, o Sra. Margareth Rose França (Tia Nene) aos 80 anos.

Deixa a filha: Lucia Helena dos Santos França, o genro: Gabriel Gonçalves da Silva, o irmão: Vilson França, as sobrinhas: Anay França veloso e Laidy Sousa Veloso e demais familiares.

Velório: Príncipe da Paz, rua Ouro Preto, 798 B. Várzea Patos de Minas

Local do sepultamento: Cemitério Santa Cruz 

Data do sepultamento: dia 25/5/2017 horário: às 15h00 horas.

25 de Maio de 2017 às 09:29

Ex-empresário de Cristiano Araújo é assassinado misteriosamente e gera comoção

D’Stefany Vaquero Lima foi encontrado ferido e morreu em um hospital. Compositor, ele também trabalhou com a dupla Humberto e Ronaldo.

Várias duplas sertanejas publicaram mensagens de pesar nas redes sociais nesta quarta-feira (24) lamentando a morte do ex-empresário e compositor D’Stefany Vaquero Lima, conhecido como Didi Latino. Ele, que já trabalhou com nomes como Cristiano Araújo e Humberto e Ronaldo, foi encontrado por policiais militares ferido em uma via pública no Rio de Janeiro, na madrugada de terça-feira (23). Mesmo socorrido, morreu no hospital horas depois.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares 33º BPM do RJ faziam um patrulhamento pela Rodovia Rio-Santos, após o túnel de Muriqui, sentido capital, quando encontraram Didi caminhando com as roupas cheias de sangue. Ainda segundo o documento, aparentemente, ele apresentava quatro perfurações "e não soube descrever o que tinha acontecido, visto que falava palavras sem nexo".

A ocorrência destacaque Didi foi socorrido em seguida e, naquele momento, portava um passaporte, dois cartões bancários e R$ 500 em espécie.

Responsável por investigar o caso, o delegado Anderson Ribeiro Pinto, titular da 165ª DP de Mangaratiba, explicou que os policiais levaram D’Stefany para o Hospital Municipal Victor de Souza Breves, onde passou por cirurgia, mas faleceu por volta das 23h de terça-feira.

"Investigações estão em andamento na unidade para apurar as circunstâncias e a autoria do crime", ressaltou, em nota, o delegado.

Homenagens   

O cantor Felipe Araújo, irmão de Cristiano, postou uma foto de Didi e escreveu na legenda: "Que Deus te abençoe, pastor. Descanse em paz".

Já o cantor Humberto, da dupla com Ronaldo, colocou uma foto junto dele junto com o empresário. Ele contou que já conhecia Didi há quase dez anos e lamentou a morte. "Oito anos atrás começava uma amizade, uma história, dois sonhadores, que nunca desistiram. A vida nos levou a caminhos diferentes, mas nunca distantes. Difícil saber o que falar essa hora. Que Deus te receba de braços abertos irmão. Descanse em paz!".

Outro depoimento emocionado foi o do cantor Mateus, que canta com o parceiro Kauan. Ele revelou que já compôs uma canção junto com o empresário e lamentou como Didi foi morto.

"Não dá pra acreditar que você se foi irmão, De uma forma tão cruel. Vai fazer muita falta pra todos que puderam te conhecer. Vá em Paz e encontre o seu grande amigo Cris".

O cantor Thiago Brava também postou uma foto e escreveu sobre o sentimento ao saber da morte. "Que notícia triste! Um dos caras mais inteligentes que já conheci. Que deus conforte sua família pastor".

O produtor musical Rafael Vannucci, que trabalhou com Cristiano Araújo, disse que, atualmente, Didi era tranquilo e foi muito importante para ajudar o cantor a construir uma carreira de sucesso. “Ele não tinha problemas, era um cara da paz. Foi um colaborador que ajudou muito na carreira do Cristiano”, disse ao G1.

G1 Goiás

24 de Maio de 2017 às 11:15

Não foi mulher de Aécio mas sim Jornalista que xingou brasileiros depois de eleição

Vídeo de 2014, da jornalista Deborah Albuquerque Chlaem, circula na internet com a falsa afirmação de que seria da esposa do senador do PSDB

 

O vídeo em que uma mulher loira esbraveja palavras de ódio contra brasileiros que votaram em Dilma Rousseff e diz estar “pronta para viajar para Orlando” voltou à tona nas redes sociais nesta sexta-feira. O boato é de que seria Letícia Weber, mulher do senador Aécio Neves (PSDB), que foi citado na delação premiada de executivos da JBS.

As imagens publicadas no Facebook ontem à noite, que chegaram a 11 milhões de visualizações, na verdade, são de 26 de outubro 2014 e nada têm a ver com a esposa do político. A protagonista é a jornalista Deborah Albuquerque Chlaem, que o postou em seu perfil após a reeleição de Dilma para um segundo mandato.

A boataria gerada no tempo em que ficou disponível mobilizou internautas, que xingaram a esposa do senador. Comentários que se referiam a mulher como Letícia tiveram 13.000 curtidas e o assunto era o mais buscado no Google na tarde de segunda, com mais de 50.000 pesquisas.

Na seção de videos da Página da Jornalista, ela se mostra radicalmente contra o PT, veja aqui

Veja abaixo o vídeo 

24 de Maio de 2017 às 08:51

Evangelho do Dia

Tudo o que o Pai possui é meu. O Espírito Santo receberá do que é meu e vo-lo anunciará.

"Muitas coisas ainda tenho a dizer-vos, mas não as podeis suportar agora. Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, ele vos ensinará toda a verdade, porque não falará por si mesmo, mas dirá o que ouvir, e vos anunciará as coisas que virão. Ele me glorificará, porque receberá do que é meu, e vo-lo anunciará. Tudo o que o Pai possui é meu. Por isso, disse: Há de receber do que é meu, e vo-lo anunciará”.
 

Evangelho de hoje: Jo 16,12-15

24 de Maio de 2017 às 15:37

Após encontrar Papa Francisco, Trump diz estar determinado a buscar a paz

Audiência no Vaticano aconteceu nesta quarta-feira. Visita faz parte da 1ª viagem internacional do presidente americano.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou ter saído “mais determinado do que nunca a buscar a paz” da audiência com o Papa Francisco, no Vaticano, na manhã desta quarta-feira (24). O encontro ocorreu apesar das trocas de farpas entre os dois líderes durante a campanha presidencial americana.

“Honra única na vida encontrar Sua Santidade o Papa Francisco. Deixo o Vaticano mais determinado do que nunca a buscar a PAZ em nosso mundo”, afirmou Trump no Twitter. O presidente americano incluiu o encontro na sua primeira viagem internacional, após ter passado pela Arábia Saudita, Israel e pela Cisjordânia.

O primeiro encontro tinha o objetivo de aproximar o governante americano e o pontífice latino-americano, que discordam em temas importantes como migração, mudança climática, venda de armas, pena de morte e islã.

Os dois conversaram em particular por aproximadamente 30 minutos - tempo médio que o papa concede aos governantes-, com ajuda de tradutores. O papa recebeu Trump, que estava acompanhado de sua mulher, Melania, com um aperto de mãos e rosto sorridente na porta da biblioteca, por volta de 8h30 locais (3h30 de Brasília). A primeira-dama usou um vestido negro, um véu e prendeu o cabelo.

De acordo com a porta-voz da primeira-dama, Stephanie Grisham, o protocolo do Vaticano estabelece que mulheres que compareçam às audiências com o papa vistam roupas pretas, de manga longa e cubram a cabeça com um véu.

A Reuters afirmou que o papa não foi tão sociável quanto costuma ser quando recebe chefes de Estado. Já a France Presse disse que ele parecia sério no início do encontro, mas chegou a brincar com Melania, falando sobre a altura do marido, que tem mais de 1,90 metro. "Mas, o que você dá para ele comer?", perguntou, sorrindo.

Paz

No final da audiência, o Papa Francisco presenteou Donald Trump com o documento "A não violência, estilo de uma política para a paz", escrito por ele mesmo por ocasião da Jornada Mundial da Paz 2017. "Espero que seja um instrumento de paz", disse o papa em espanhol.

"Precisamos de paz", respondeu em inglês Trump, que presenteou o pontífice com vários livros, todos eles de Martin Luther King - o pastor americano da Igreja Batista que desenvolveu um trabalho crucial nos Estados Unidos à frente do movimento pelos direitos civis para os afro-americanos. "Acredito que vai gostar. Espero", disse Trump.

A Reuters diz que Francisco ofereceu ainda ao presidente uma pequena escultura de uma oliveira e disse, por meio do tradutor, que o objeto simboliza a paz. "É o meu desejo que você se torne uma oliveira para construir a paz", disse o papa, falando em espanhol.

Clima

O Papa Francisco ainda entregou a Trump uma cópia de sua encíclica de 2015 sobre a necessidade de se proteger o meio ambiente dos efeitos das mudanças climáticas – tocando em um assunto em que eles discordam. "Irei ler", disse Trump.

Ainda de acordo com relato da Reuters, o presidente dos EUA disse ao pontífice: "Obrigado, obrigado. Não esquecerei o que o senhor disse".

Trump apresentou ao pontífice a delegação que o acompanhava, com sua filha mais velha, Ivanka, e o genro, Jared Kushner.

Durante a breve visita ao Vaticano, o presidente americano também tinha previsto um encontro com o número dois da Santa Sá, o cardeal Pietro Parolin, e com o secretário para as Relações com os Estados, uma espécie de ministro das Relações Exteriores, monsenhor Paul Gallagher. A primeira-dama visitou um hospital em Roma.

O presidente americano, um protestante presbiterano, e sua terceira esposa, católica, visitararam a Capela Sistina e a Basílica de São Pedro.

Antes de pegar o avião para Bruxelas, Trump se encontrou com o primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni.

G1 Mundo


24 de Maio de 2017 às 07:57

Vídeo: Aécio diz que não ganhou dinheiro com a política e que é 'vítima de armação'

O senador afastado se manifestou publicamente pela primeira fez desde que foi gravado pelo empresário Joesley Batista, da JBS

O senador afastado Aécio Neves (PSDB) diz que não cometeu “qualquer crime” e afirma que seu maior erro foi se deixar enganar “por uma trama montada por um criminoso”. Em cerca de 4 minutos, o tucano faz defesa enfática dele, de sua irmã, Andreia Neves, e do primo, Frederico Pacheco e diz que tentará reestabelecer o mandato. O ministro Edson Fachin determinou o afastamento do senador do cargo. 

Aécio foi gravado por Joesley Batista em negociação de pagamento de propina pelo empresário. Depois, o senador afastado foi alvo de ações controladas pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Nessa segunda-feira, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recorreu da decisão do ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, que negou a prisão preventiva de Aécio Neves (PSDB-MG).
 

Fonte: Estado de Minas

24 de Maio de 2017 às 16:13

Mineiro é encontrado morto nos EUA após cruzar a fronteira do México

Sidney da Silva, de 39 anos, era de Conselheiro Pena (MG) e tentava entrar no país pela terceira vez, segundo a família; causas da morte ainda estão sendo apuradas.

Um mineiro de Conselheiro Pena, no Vale do Rio Doce, foi encontrado morto nos Estados Unidos após cruzar a fronteira pelo México. A informação foi confirmada pela família de Sidney da Silva, de 39 anos, na manhã desta terça-feira (23), mas a causa da morte ainda não foi informada.

Segundo uma parente, que não quis se identificar, Sidney fez o último contato com a família na quinta-feira (18). No domingo (21), legistas de Laredo, no Texas, onde o corpo foi encontrado, avisaram da morte do brasileiro. Ainda de acordo com a família, o passaporte e o número de um telefone estava ao lado do corpo.

Os familiares confirmaram que Sidney tentava entrar ilegalmente nos EUA pela terceira vez para encontrar a esposa e uma das filhas, de 2 anos, que moram no país. Eles aguardam mais informações sobre a morte do mineiro e fazem uma campanha na internet para arrecadar fundos para trazer o corpo para o Brasil.

G1 Vales de Minas Gerais