# Notícias Gerais

20 de Janeiro de 2017 às 17:10

Delegado diz que assassino da cantora Loalwa Braz não demonstrou arrenpendimento

Conduta na confissão foi 'incompatível com natureza humana', diz delegado.

Interior do carro incendiado onde foi encontrado o corpo da cantora Loalwa Braz Vieira, em Saquarema (RJ). O veículo foi encontrado na Estrada da Barreira, no distrito de Bacaxá (Foto: Antonio Carlos/Futura Press/Estadão Conteúdo)

O funcionário da pousada de Loalwa Braz Vieira "não demonstrou nenhum tipo de arrependimento" ao confessar participação na morte da cantora de "Chorando se foi", de acordo com Leonardo Macharet, titular da 124ª Delegacia de Polícia. Ainda segundo o delegado, a conduta dele foi "incompatível com a natureza humana".

Loalwa foi encontrada carbonizada dentro de um carro em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio nesta quinta-feira (19). Três suspeitos de envolvimento na morte foram presos e autuados pelo crime de latrocínio, cuja pena máxima é de 30 anos.

"O comportamento dele foi um comportamento incompatível, realmente, com a natureza humana. Uma pessoa que não demonstrou nenhum tipo de arrependimento pela prática de um crime tão bárbaro. Ele viu que não teria solução, ele não teria como sustentar aquela versão, e isso possibilitou o encerramento do caso", disse o delegado Leonardo Macharet. Segundo o delegado, a motivação do crime foi patrimonial.

A família de Loalwa foi à Delegacia, e um irmão da vítima prestou depoimento. Ele disse, segundo o delegado titular da 124ª DP, que Loalwa já tinha a intenção de dispensar o caseiro por não estar satisfeita com os serviços prestados.

O corpo segue no IML de Araruama e depende de decisão judicial para a liberação. De acordo com o instituto de Araruama, a coleta de material biológico foi feita. É necessário que a família tenha uma decisão judicial que autorize o exame de DNA para comparar o material com o de um familiar próximo, de acordo com o instituto. Para a retirada do corpo, também é preciso ter determinação judicial. O laudo sobre as causas da morte da cantora segue em aberto, segundo o instituto.

Segundo a polícia, o funcionário confessou que Loalwa ainda estava viva quando o carro foi incendiado.

Segundo o delegado Leonardo Macharet, titular da 124ª Delegacia de Polícia, o funcionário de Loalwa foi levado à delegacia para prestar depoimento porque estava nervoso quando foi abordado na pousada; ele confessou envolvimento no crime, de acordo com a polícia. O homem de 23 anos estava com a camisa rasgada e chegou a dizer à polícia, ainda na pousada, que também havia sido vítima de agressão. O funcionário já tem passagem pela polícia por roubo.

O segundo suspeito, de 21 anos, preso na tarde desta quinta-feira (19); ainda de acordo com a Polícia Civil, foi o mais ativo no caso. O terceiro envolvido, de 18 anos, foi preso no Guarani, em Saquarema.

O crime
A Polícia Civil informou que o trio bateu na mulher com um galho e usou uma faca na abordagem do assalto, dentro da pousada. Como Loalwa gritava muito, eles a levaram para o carro para tirá-la do local. Na fuga, o carro teria apresentado problemas no motor e, por isso, eles decidiram colocar fogo no veículo com ela dentro, de acordo com a Polícia Civil. Dentro do veículo também foi encontrado um botijão de gás.

O delegado Leonardo Macharet disse que foram levados cerca de R$ 15 mil, louças, discos da cantora e porcelana. 

Ainda de acordo com a polícia, homens invadiram a pousada de Loalwa, de 63 anos, onde ela também morava, e a colocaram no carro onde o corpo foi encontrado, na Estrada da Barreira, no Distrito de Bacaxá. A 124ª Delegacia de Polícia investiga o caso.

De acordo com a investigação, pelo menos dois homens invadiram o local – funcionários chegaram a relatar que teriam sido quatro invasores. Loalwa gritou por socorro e um funcionário foi quem pediu a outro para chamar a polícia. Os dois já foram ouvidos pela polícia.

Logo após a notícia da morte de Loalwa, diversos fãs e amigos prestaram solidariedade nos comentários na última postagem da cantora na rede social.

Fonte: G1 - continue lendo

20 de Janeiro de 2017 às 18:55

Velório de treinador Carlos Alberto Silva será em BH

Carlos Alberto Silva morreu em sua própria casa, em Belo Horizonte

O ex-treinador de futebol Carlos Alberto Silva faleceu na manhã de hoje (20) aos 77 anos. Ele colecionou passagens por onze equipes do Brasil e também comandou times da Espanha, do Japão e de Portugal. Entre 1987 e 1988, treinou a seleção brasileira por um breve período, conquistando a medalha de prata nas Olimpíadas de Seoul (Coreia do Sul).

Carlos Alberto Silva morreu em sua própria casa, em Belo Horizonte. Afastado do futebol desde 2005, ele era sócio de uma agência de turismo na cidade. As causas da morte não foram divulgadas. No fim de 2016, ele realizou uma cirurgia no coração e ainda estava em período de recuperação.

O velório do ex-treinador terá início ainda hoje (20) às 19h, no cemitério Parque da Colina, em Belo Horizonte. O enterro está previsto para ocorrer amanhã (21), às 11h, no mesmo local.

Trajetória

Carlos Alberto Silva nasceu em Bom Jardim de Minas (MG), no sul do estado. Ele se formou em educação física na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Logo em seu primeiro trabalho como treinador conquistou o maior título da sua carreira, se sagrando campeão brasileiro com o Guarani em 1978.

Pelas redes sociais, o Guarani prestou homenagem: "Obrigado por tudo, mestre", publicou o clube.

Em sua passagem pela seleção brasileira, o título das Olimpíadas de Seul (Coreia do Sul) escapou após uma derrota na final por 2 a 1 para a União Soviética. Além da prata olímpica, ele conquistou também o ouro nos Jogos Panamericanos de 1987 em Indianápolis (Estados Unidos).

Em Belo Horizonte, onde viveu a maior parte de sua vida, Carlos Alberto Silva tem passagens pelos três principais clubes: Atlético, Cruzeiro e América. Pelo primeiro, conquistou o Campeonato Mineiro. Ele também se sagrou campeão paulista duas vezes com o São Paulo e campeão pernambucano com o Santa Cruz.

No Brasil, ele ainda defendeu Sport, Corinthians, Palmeiras, Goiás e Santos. Em times do exterior, o ex-treinador também foi bem sucedido. Foi campeão japonês em 1991 com o Yomiuri Kawasaki e campeão português em 1992 e 1993 com o Porto.

20 de Janeiro de 2017 às 09:06

Ministro do STF, relator da 'Lava Jato" morre em acidente avião

O filho do ministro confirmou pelo facebook a morte do pai

A família do ministro Teori Zavascki confirmou nesta quinta-feira (19) que o magistrado estava na aeronave de pequeno porte que se acidentou em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. 

O filho do ministro Francisco Prehn Zavascki confirmou a morte do pai (veja imagem abaixo): "Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força!".

Minutos antes, ele lamentou o acidente no Facebook: "Amigos, infelizmente, o pai estava no avião que caiu! Por favor, rezem por um milagre!"

Moradores da região disseram que chovia muito no momento da queda. A aeronave pousaria em Paraty e caiu perto da Ilha Rasa, a 2 km da cabeceira da pista.

Inicialmente, a assessoria de imprensa do STF (Supremo Tribunal Federal) confirmou que o nome do ministro Teori Zavascki estava na lista de passageiros, mas não confirmou se o ministro efetivamente embarcou na aeronave.

A presidente do Supremo, Carmem Lúcia, que estava em Belo Horizonte (MG)  foi informada do acidente por assessores e ligou para o presidente Michel Temer. Ele avisou que imediatamente tomaria providências. Carmem Lúcia está a caminho de Brasília e em contato com assessores. 

Segundo a FAB (Força Aérea Brasileira), o avião decolou de Campo Marte, em São Paulo, às 13h.

Doutor em Direito, Teori tinha 68 anos, era relator da Lava Jato na Suprema Corte e havia sido nomeado para o cargo pela ex-presidente Dilma Rousseff.

Relator da Lavajato

Nesta semana, mesmo durante o recesso do Judiciário, o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), já trabalhava em seu gabinete. O motivo era a análise das 77 propostas de delação premiadas de executivos e ex-executivos da Odebrecht, encaminhadas pelo Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no fim do ano passado.

Teori é o relator da Lava Jato no Supremo e durante essa semana determinou diligências e preparou audiências com os delatores para os próximos dias. Antes do recesso, ele havia afirmado que a sua equipe não pararia para poder homologar as delações o mais rápido possível.

Ainda na terça-feira (17) Teori deu os primeiros despachos, determinando diligências nas petições relacionadas a Odebrecht. O material é mantido sob sigilo no Supremo. De Davos, na Suíça, o procurador-geral da República já havia informado que pediria o fim dos sigilos das delações, o que os investigadores esperavam para a primeira quinzena de fevereiro.

A expectativa de investigadores é de que Teori atenda ao pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e retire o sigilo da maioria dos cerca de 900 depoimentos, tão logo as delações sejam homologadas. Isso deve ocorrer após o fim do recesso do Judiciário, nos primeiros dias de fevereiro.

Na última sessão do STF em 2016, Teori Zavascki havia dito à imprensa que não tinha como dar um prazo para a conclusão das homologações. Mas afirmou, no entanto, que "da parte que me toca, não vai ter atraso". O ministro também havia lamentado o fato de que conteúdos de delações tivessem vazado, mas não deu indícios de que isso poderia acarretar em algum prejuízo processual.

19 de Janeiro de 2017 às 18:28

Cantora do sucesso "Chorando se foi" é encontrada morta dentro de carro incendiado

A cantora Loalwa Braz, do grupo de lambada Kaoma, foi encontrada morta nesta quinta-feira (19), carbonizada dentro de um carro em local próximo de sua casa

A cantora Loalwa Braz, do grupo de lambada Kaoma, foi encontrada morta nesta quinta-feira (19), carbonizada dentro de um carro em local próximo de sua casa, em Saquarema, na região dos Lagos, no Rio de Janeiro. A morte da artista de 63 anos foi confirmada ao UOL pela assessoria de imprensa da Polícia Civil.

De acordo com o Corpo de Bombeiros da região, uma equipe foi acionada às 3h50 para conter um incêndio no sótão da pousada Azur, de propriedade de Loalwa. Às 6h, a mesma equipe atendeu a uma outra chamada, desta vez para apagar o fogo em um carro modelo Honda Civic, onde foi encontrado um corpo totalmente carbonizado no banco traseiro.

Somente após uma perícia, a polícia poderá dizer se os incêndios na casa e no carro têm relação e se ambos foram criminosos. O caso está sendo investigado pela 124ª Delegacia de Polícia, em Saquarema, e o corpo será encaminhado para o Instituto Médico Legal para identificação. 

Ao UOL, o assessor de imprensa da cantora, Vinicius Belo, disse que a pousada Azur, embora ficasse em um lugar bastante afastado, não tinha segurança. "Loalwa não tinha medo de assaltos", contou ele, que trabalhava há oito anos com a artista.

Loalwa tinha acabado de se curar de um câncer no ovário e se preparava para regravar seus principais sucessos remixados em outros estilos musicais. 

Sucesso da lambada

Loalwa era vocalista do grupo de lambada de maior sucesso dos anos 1980. O Kaoma, fundado em 1985, ganhou notoriedade mundial com hits como "Chorando Se Foi", "Dançando Lambada" e "Lambamor". Atualmente, Loalwa vivia em Saquarema, enquanto seu marido, o empresário francês Eric Levesqueau, mora na França.

Ela nasceu no Rio de Janeiro e cresceu em uma família musical. Seu pai era chefe de orquestra popular e sua mãe, pianista clássica. Ao todo, o Kaoma vendeu mais de 25 milhões de discos em todo o mundo e ganhou mais de 80 discos de ouro e platina. Na França, onde Loalwa viveu durante muitos anos, "Chorando Se Foi" vendeu 700 mil cópias.

Loalwa se apresentou pela última vez no Brasil em setembro deste ano em Porto Seguro, dentro de um festival de música de lambada. 

Fonte UOL

19 de Janeiro de 2017 às 18:37

Evangelho do dia 19-01-2017

Evangelho de hoje: Mc 3,7-12

Jesus retirou-se com os seus discípulos para o mar, e seguia-o uma grande multidão, vinda da Galileia. E da Judeia, de Jerusalém, da Idumeia, do além-Jordão e dos arredores de Tiro e de Sidônia veio a ele uma grande multidão, ao ouvir o que ele fazia. Ele ordenou a seus discípulos que lhe aprontassem uma barca, para que a multidão não o comprimisse. Curou a muitos, de modo que todos os que padeciam de algum mal se arrojavam a ele para o tocar. Quando os espíritos imundos o viam, prostravam-se diante dele e gritavam: "Tu és o Filho de Deus!”. Ele os proibia severamente que o dessem a conhecer.

19 de Janeiro de 2017 às 13:24

Dono de Lavajato é baleado em Uberlândia e ex-funcionário é suspeito

A vítima que tem várias passagens pela polícia foi alvejada nas costas e no rosto.

Por volta das 06h20m desse dia 19 de Janeiro um jovem proprietário de um Lavajato, foi alvo de disparos de arma de fogo e a suspeita recai sobre um ex-funcionário que foi demitido

A vítima Jean Patrick Medeiros, 23 anos, estava próximo a Avenida Ortízio Borges, quando parou ao lado uma motocicleta com dois homens, sendo que o da garupa disparou três tiros. A vítima foi alvejada nas costas e no rosto.

A vítima correu para Rua Sebastião Rangel, no cruzamento da Avenida Belarmino Cotta Pacheco, Bairro Santa Mônica e caiu em frente a um prédio.

Populares viram a vítima ferida e acionaram o Corpo de Bombeiros, que depois dos primeiros socorros levaram Jean para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), onde ele permaneceu internado em estado grave, porém estável.

Segundo a Polícia Militar a vítima tem passagens por furto, tráfico de drogas, roubo e envolvimento em quadrilha.

A suspeita é que o crime tenha sido cometido por um funcionário da vítima, que havia sido demitido recentemente e esta sendo procurado pela polícia.

19 de Janeiro de 2017 às 18:41

Rapaz de de 21 anos é morto em Araguari por dívida de R$ 370,00 com o tráfico

É o terceiro homicídio do ano em Araguari, sendo que um foi latrocinio

 ARAGUARI- MG - No dia 17, as 11h20m  local,na Rua Cristalina, Bairro Brasília,  os policiais militares tomaram conhecimento por moradores da Rua Cristalina que haviam três indivíduos conversando na porta de uma residência, momento em que dois homens chegaram em uma motocicleta, sem maiores dados, e o garupa que estava de capacete rosa e de posse de uma arma de fogo, começou a disparar contra a vítima, que foi atingido com alguns disparos.

A vítima ficou caída ao solo e os outros dois que estavam com ele fugiram do local.

Após os disparos os autores evadiram não sendo mais vistos, sendo que  a vítima Richardson Bernardes Nunes, o Tévez, de 21 anos, foi alvejado por vários tiros, foi socorrido com vida pelos Bombeiros e não resistiu aos ferimentos, morrendo na Unidade de Pronto-Atendimento 24 Horas.  

No local, o perito realizou a perícia onde localizou e recolheu um projétil e um brinco.

Na UPA segundo relato da irmã da vítima a Polícia Militar, esta recebeu uma mensagem no celular com os seguintes dizeres "defunto não paga conta" dívida de 370,00 reais que a vítima tinha referente ao seu envolvimento com drogas e relacionamentos amorosos.

Richardson é a terceira vítima de homicídio em Araguari. Foram mortos nos últimos dias: Zama José da Costa Júnior, de 35 anos, esfaqueado no residencial Bella Suíça  e Régis Antônio Caetano, de 52 anos, disparos de arma de fogo (bairro Jóquei Clube, vítima de suposto latrocínio - leia aqui.

 

19 de Janeiro de 2017 às 18:54

Homem é preso fazendo sexo com cadela

O autor negou ter praticado ato sexual com a cadela, alegando que apenas pegou para dar um banho

MURIAÉ (MG) - Um homem de 48 anos foi preso, na noite desta segunda-feira (16/01), pelo crime de maus-tratos a uma cadela em Muriaé. Ele estava fazendo sexo com o animal.

Por volta das 19h, a Polícia Militar foi acionada e compareceu à Rua Bicas, no bairro Santa Terezinha, onde as solicitantes relataram que o autor estaria praticando ato sexual com uma cadela e estaria causando transtorno aos vizinhos. Várias crianças e mulheres presenciaram o fato.

Segundo uma das solicitantes, dias atrás, o autor já tinha lhe ameaçado e lhe difamado.

Durante o desenrolar da ocorrência, compareceu ao local o dono da cadela, ficando de posse da mesma, que a principio não apresentava sinais de ferimento.

Em relato à equipe da polícia, o autor relatou que faz tratamento psicológico e negou ter praticado ato sexual com a cadela, alegando que apenas pegou para dar um banho.

O acusado foi preso em flagrante e conduzido a Delegacia de Polícia para demais providências.

Fonte: Guia Muriaé

17 de Janeiro de 2017 às 22:00

TRE-MG publica edital com vagas para estágio Uberlândia, Uberaba, Betim, Contagem, Belo Horizonte e Teófilo Otoni

As inscrições são gratuitas e só podem ser feitas no site do TRE.

A Seção de Estágios, Concursos e Gestão de Desempenho/SECOD publicou edital de abertura de processo de recrutamento e seleção de candidatos a estágio de ensino médio para formação de cadastro de reserva. A modalidade de estágio oferecida neste edital é estágio não obrigatório remunerado. 

Há vagas para Uberlândia, Uberaba, Betim, Contagem, Belo Horizonte e Teófilo Otoni. Os interessados devem ser estudantes de Direito, Administração, Informática ou Ciências Contábeis. Há vagas para início imediato.

O candidato cuja inscrição resultar válida (documentação completa, enviada no prazo estipulado e cumprimento das determinações no  edital), comporá cadastro de reserva para futura convocação.

O TRE-MG publicará resultado mensal da seleção dos candidatos inscritos. A convocação respeitará a lista de classificação publicada. Os candidatos de uma lista mensal só serão convocados finda a lista do mês anterior.

De acordo como edital fica assegurado o percentual de 10% do total de vagas disponíveis aos estudantes com deficiência. O deficiente deverá comprovar, por meio de laudo médico, no ato da inscrição, a deficiência arrolada nas categorias discriminadas.

As inscrições recebidas até as 23:59 horas do último dia do mês em curso comporão a lista dos habilitados do referido mês, separada por instituição de ensino e segundo ordem decrescente da média de aproveitamento global.

O valor da bolsa-estágio é de R$506,00 a R$700,00 mensais. O estagiário terá auxíliotransporte no valor de R$10,00 por dia trabalhado, pagos em pecúnia (dinheiro).

As inscrições são gratuitas e só podem ser feitas no site do TRE.

PARA INSCREVER-SE CLIQUE AQUI