# Notícias Gerais

13 de Maio de 2017 às 10:54

Internet sob alerta: ataque hacker derruba sistemas de empresas em todo o mundo

Brasil está entre os países atingidos; criminosos demandam resgate

Um ataque massivo de hackers afetou empresas de diversos países do mundo nesta sexta-feira (12). Até o momento, companhias de várias áreas de atuação, como: comunicação, saúde e finanças foram prejudicadas. De acordo com informações da BBC, Estados Unidos, China, Rússia, Itália e Vietnã têm problemas similares com computadores "sequestrados" por uma tipo de vírus. Há ainda relatos de problemas na Espanha e Portugal.

Além de companhias (Vodafone, KPMG, Telefonica), o serviço de saúde britânico NHS também foi atingido por criminosos virtuais, de acordo com informações da agência Reuters. Ainda segundo a agência, o sistema de saúde do Reino Unido está respondendo aos ataques e, por conta dessa situação, diversos hospitais ao redor do país cancelaram consultas e atendimentos.

Um porta-voz da NHS Digital, a divisão do NHS responsável por questões de tecnologia fez a seguinte declaração à Reuters:

— Estamos cientes de um incidente de cibersegurança e estamos trabalhando em uma resposta.

Esse tipo de ataque é chamado ransomware, já que os criminosos infectam as máquinas e demandam um resgate para "liberar" os dados bloqueados. Alguns relatos dão conta de que os malwares estão cobrando US$ 300 para liberar cada um dos computadores sequestrados e pedem o pagamento em bitcoin.

Na rede social Twitter, vários usuários compartilharam imagens de suas telas de computadores após o sequestro. De acordo com relatos, o malware chega por e-mail e afeta, até então, apenas computadores com o sistema operacional Windows.

Fonte: R7

13 de Maio de 2017 às 08:35

Em Fátima, Papa canoniza pastorinhos Francisco e Jacinta Marto

Os pastorinhos são as primeiras crianças não-mártires a serem canonizadas pela Igreja

Neste sábado, 13, dia em que a Igreja celebra Nossa Senhora de Fátima, o Papa Francisco canonizou os pequenos pastores Jacinta e Francisco Marto. A data também marca os cem anos em que tiveram as visões e receberam a mensagem de Nossa Senhora. São as primeiras crianças não mártires santificadas pela Igreja.

Foi também a primeira vez que uma canonização foi celebrada em Portugal e cerca de meio milhão de fiéis de todas as partes do mundo tomaram conta da esplanada diante do Santuário. Muitos já estavam lá desde a noite de sexta-feira para garantir seu lugar na missa.

Ao chegar à Basílica de Nossa Senhora do Rosário, o Papa cumprimentou o sacerdote mais idoso de Portugal, de 104 anos, que viveu toda a história do Santuário, e rezou diante do túmulo dos pequenos irmãos, que morreram aos 9 e 10 anos.

No exterior, Francisco incensou a imagem de Nossa Senhora, em cuja coroa está encastrada a bala que atingiu o Papa João Paulo II no atentado sofrido na Praça São Pedro, em 13 de maio de 1981.

A missa, da qual participou também o menino brasileiro Lucas Batista, 9 anos, curado graças à intercessão dos pastorzinhos, teve início com o rito da canonização. O bispo de Leiria-Fátima, Dom Antonio Marto, pediu ao Papa que procedesse à canonização dos meninos e leu as suas biografias. 

Queridos peregrinos, temos Mãe


Em sua homilia, proferida em português, o Papa começou relatando a primeira visão dos dois irmãos e da prima, Lúcia, naquela manhã de cem anos atrás e “a Luz de Deus que irradiava de Nossa Senhora e envolvia-os no manto de Luz que Deus Lhe dera”.

“Fátima é sobretudo este manto de Luz que nos cobre, aqui como em qualquer outro lugar da Terra quando nos refugiamos sob a proteção da Virgem Mãe para Lhe pedir, como ensina a Salve Rainha, «mostrai-nos Jesus». Queridos peregrinos, temos Mãe”.

Hoje, prosseguiu Francisco, “nos reunimos aqui para agradecer as bênçãos sem conta que o Céu concedeu nestes cem anos, passados sob o manto de Luz que Nossa Senhora, a partir deste esperançoso Portugal, estendeu sobre os quatro cantos da Terra”.

“Dos braços da Virgem”, disse o Papa, “virá a esperança e a paz que necessitam e que suplico para todos os meus irmãos no Batismo e em humanidade, de modo especial para os doentes e pessoas com deficiência, os presos e desempregados, os pobres e abandonados. Queridos irmãos, rezamos a Deus com a esperança de que nos escutem os homens; e dirigimo-nos aos homens com a certeza de que nos vale Deus”.

Concluindo, Francisco exortou os fiéis: “Sob a proteção de Maria, sejamos, no mundo, sentinelas da madrugada que sabem contemplar o verdadeiro rosto de Jesus Salvador, aquele que brilha na Páscoa, e descobrir novamente o rosto jovem e belo da Igreja, que brilha quando é missionária, acolhedora, livre, fiel, pobre de meios e rica no amor”.

Fonte: Notícias Canção Nova

13 de Maio de 2017 às 08:18

Evangelho do Dia

Quem me viu, viu o Pai.

"Se me conhecêsseis, também certamente conheceríeis meu Pai; desde agora já o conheceis, pois o tendes visto”. Disse-lhe Filipe: "Senhor, mostra-nos o Pai e isso nos basta”. Respondeu Jesus: "Há tanto tempo que estou convosco e não me conheceste, Filipe! Aquele que me viu viu também o Pai. Como, pois, dizes: Mostra-nos o Pai... [...] Crede-me: estou no Pai, e o Pai em mim. Crede-o ao menos por causa dessas obras. [...] aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas, porque vou para junto do Pai. E tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome, vo-lo farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Qualquer coisa que me pedirdes, em meu nome, vo-lo farei”.

Evangelho de hoje: Jo 14,7-14

12 de Maio de 2017 às 07:32

Evangelho do Dia

Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida.

"Não se perturbe o vosso coração. Credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Não fora assim, e eu vos teria dito; pois vou preparar-vos um lugar. Depois de ir e vos preparar um lugar, voltarei e vos tomarei comigo, para que, onde eu estou, também vós estejais. E vós conheceis o caminho para ir aonde vou”. Disse-lhe Tomé: "Senhor, não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?”. Jesus lhe respondeu: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”.

Evangelho de hoje: Jo 14,1-6

11 de Maio de 2017 às 09:41

Serviços bancários pelo celular crescem 96% em 2016

Foram feitas 21,9 bilhões de operações bancárias pelo celular em 2016

O brasileiro está aderindo às soluções digitais para serviços bancários, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou hoje (10). As transações por celular dobraram no ano passado e atingiram o patamar de 21,9 bilhões de operações, um crescimento de 96% em relação a 2015.

Atualmente, 42 milhões de contas ativas no país já usam esse recurso, o que representa um crescimento de 27% . Também aumentou o atendimento em canais digitais e o uso das agências bancárias, ainda responsáveis por 16% dos atendimentos, está mais qualificado.

Os dados se referem a 2016 e fazem parte da Pesquisa de Tecnologia Bancária encomendada pela Febraban. O estudo envolveu 17 instituições financeiras no Brasil, que representam 91% do mercado.

O estudo identificou um aumento expressivo das operações financeiras em smartphones, com crescimento de 140% em um ano, indicando aumento da percepção de segurança nas operações. De acordo com a pesquisa, os três tipos de transações mais realizados pelo mobile banking foram transferências bancárias, pagamentos de contas e consultas de saldos.

Outro dado apontado na pesquisa é que 9,5 milhões de clientes já são considerados heavy users, ou seja, usuários constantes por meio de smartphones. Esse público realiza mais de 80% de suas operações por esse canal.

Inovação

Os investimentos no setor foram de R$ 18,6 bilhões de reais no ano, um pouco abaixo dos valores de 2015, e giraram em torno da experiência do cliente. Os investimentos se concentraram em computação cognitiva (capacidade de os computadores processarem informações a partir de informações previamente processadas, com 24% do total de recursos) e analytics (interpretação de dados para aperfeiçoar os serviços, com 47%).

Segundo a Febraban, há quase um milhão de contas totalmente digitais e a expectativa é que esse número chegue a 3,3 milhões até o final do ano. Contas digitais são aquelas abertas por meio totalmente eletrônico, sem contato presencial entre clientes e instituições financeiras.

Fonte: Agência Brasil

12 de Maio de 2017 às 19:00

Mulher morde dedo de bandido durante assalto no bairro Jardim Panorâmico em Patos de Minas

O autor tentou conter os gritos tampando a boca da mulher que pressionada acabou mordendo o dedo dele.

O fato aconteceu nesta tarde de quarta-feira, (10), na Rua Doutor Fábio Helvércio Ferreira Borges, no bairro Jardim Panorâmico. A vítima relatou aos militares que estava em casa, onde funciona um salão de beleza. Em certo momento, dois indivíduos aproveitaram que o portão estava aberto, entraram na casa e, um deles armado, anunciou o assalto.

O outro autor foi na direção da vítima e arrancou do pescoço alguns cordões de ouro. Ao puxar, um dos cordões caiu no chão, momento que ela começou a gritar por socorro. Neste instante, o autor tentou conter os gritos tampando a boca da mulher que pressionada acabou mordendo o dedo dele.

Ferido, o autor e o comparsa conseguiram sair da casa e fugiram em uma motocicleta de cor azul em direção à Rua Zizinho Vida. A Polícia Militar foi acionada e rastreamentos estão sendo feitos no intuito de localizar os autores.

Fonte: Patos Agora

11 de Maio de 2017 às 08:37

Com tratamento, expectativa de vida de infectados com HIV já está 'perto do normal', diz estudo

Sucesso das terapias é resultado remédios com menos efeitos colaterais e mais eficientes

Jovens contaminados com HIV (vírus da imunodeficiência) que passam a tomar o coquetel de remédios já conseguem ter uma expectativa de vida "bem perto da normal" graças a avanços no tratamento, segundo um estudo publicado na revista científica britânica The Lancet.

Pessoas de 20 anos que começaram o tratamento antirretroviral em 2010 já têm uma expectativa de vida 10 anos mais alta que a de jovens da mesma idade submetidos ao tratamento em 1996.

Médicos dizem que começar o tratamento cedo é crucial para conseguir atingir uma qualidade de vida melhor e por mais tempo. Mas ONGs de ajuda a soropositivos alertam que muitas pessoas ainda vivem sem saber que estão contaminadas.

Prevenção mais efetiva

Os autores do estudo, da Universidade de Bristol, disseram que o sucesso extraordinário dos tratamentos para o HIV — que causa a AIDS, a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida — resulta do surgimento de novos remédios com menos efeitos colaterais e mais eficientes para impedir a proliferação do vírus no corpo.

Também ficou mais difícil para o vírus conseguir criar resistência aos remédios mais recentes.

A evolução dos exames para detectar o vírus e dos programas de prevenção, aliados aos avanços no tratamento de problemas de saúde causados pelo HIV, podem ter ajudado também, segundo o estudo.

A terapia antirretroviral envolve uma combinação de três ou mais remédios que bloqueiam o desenvolvimento normal do HIV.

Eles já são considerados "umas das histórias de maior sucesso da saúde pública nos últimos 40 anos":

Três remédios uma vez por dia

Jimmy Isaacs, de 28 anos, descobriu ter sido infectado com o HIV por um parceiro sexual há três anos.

Desde então, ele toma três remédios uma vez por dia às 18h e continuará fazendo isso pelo resto de sua vida.

"Minha saúde está perfeita. Eu tenho comido de maneira saudável e bebido de maneira saudável também", disse.

"Isso não tem qualquer impacto no meu trabalho e também não impactou na minha vida social."

Foram necessárias duas mudanças de medicação para encontrar a combinação certa para ele, mas depois disso, ele não sentiu mais qualquer efeito colateral.

"Eu ouvi muitas histórias ruins sobre os remédios nos anos 1990. Mas quando pesquisei mais a fundo sobre o tema, percebi que os remédios haviam realmente mudado."

Nem todos os locais em que trabalhou demonstraram apoio quando souberam do diagnóstico, mas ele diz que isso é pura "ignorância".

Seu chefe atual tem um comportamento diferente: chegou até a dar a ele uns dias de folga para viajar pelo país e falar com estudantes e adolescentes sobre a prevenção ao HIV e o tratamento para o vírus.

A pesquisa analisou 88,5 mil pessoas com HIV de Europa e América do Norte que participaram de 18 estudos.

Eles basearam a previsão para a expectativa de vida em taxas de mortalidade durante os três primeiros anos seguidos do início do tratamento.

Os autores descobriram que poucos pacientes que começaram o tratamento entre 2008 e 2010 morreram durante esse período — comparados com aqueles que começaram o tratamento entre 1996 e 2007.

A expectativa de vida para um paciente de 20 anos de idade que começou a terapia antirretroviral depois de 2008, com baixa carga de vírus, é de 78 anos de idade — bem similar à do resto da população saudável.

Michael Brady, diretor médico do Instituto Terrence Higgins Trust, entidade beneficente engajada especialmente em campanhas para reduzir a contaminação pelo vírus HIV, disse que o estudo mostra como as coisas mudaram desde o início da epidemia em 1980.

Mas ele afirma também que pessoas acima dos 50 anos agora representam um terço dos contaminados com o vírus do HIV.

"Nós precisamos de um novo modelo para cuidar melhor dessas pessoas conforme elas vão ficando mais velhas, uma forma de integrar melhor os primeiros cuidados com serviços especializados sobre o HIV, e precisamos de uma conscientização maior para treinar as pessoas sobre o envelhecimento com HIV, para que estejamos prontos para ajudar as pessoas a ter uma vida melhor", afirmou.

Conquista

Para Helen Stokes-Lampard, que comanda a associação de clínicos gerais Royal College of GPs, é "uma conquista tremenda o fato de a infecção que um dia teve um prognóstico tão ruim ser agora tão 'controlável' que pacientes com HIV estão conseguindo viver significativamente mais".

"Nós esperamos que o resultado desse estudo avance para acabar com qualquer estigma restante associado com o HIV. E que ele garanta que pacientes com o vírus possam ter vidas saudáveis sem qualquer dificuldade para conseguir emprego ou para conseguir um seguro de saúde."

A proporção de pessoas que têm o vírus do HIV mas ainda não foram diagnosticados tem caído bastante nos últimos 20 anos. Mas estima-se que uma em cada oito pessoas contaminadas ainda não sabe que têm o vírus.

O que é a terapia antirretroviral: Foi usada pela primeira vez em 1996 e envolve uma combinação de três remédios ou mais para impedir a multiplicação do vírus HIV no corpo humano. O tratamento permite a prevenção de danos causados pelo HIV no sistema imunológico. Remédios ainda mais eficientes descobertos recentemente têm menos efeitos colaterais do que os primeiros. A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda que a terapia antirretroviral comece o mais cedo possível depois do diagnóstico do vírus.

11 de Maio de 2017 às 08:27

Lula afirma a Moro que vai ser candidato em 2018

Ex-presidente diz que ganhou motivação para concorrer após os recentes acontecimentos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou um momento do interrogatório da Lava Jato para anunciar que vai se candidatar à Presidência em 2018. "Depois de tudo que tá acontecendo eu tô dizendo alto e bom som que vou querer ser candidato à Presidência da República outra vez."

O petista fez palanque político durante um dos capítulos mais tensos do interrogatório a que foi submetido pelo juiz da Lava Jato nesta quarta-feira (10). Moro perguntou a Lula sobre o que ele teria dito aos agentes da Polícia Federal que o conduziram coercitivamente, em março de 2016. Na ocasião, segundo os federais, Lula disse que seria eleito em 2018 e que "se lembraria de todos eles".

"O Sr. afirmou isso?", questionou o juiz. "Não sei se disse que me lembraria deles e também não sei se eu disse que seria eleito em 2018, uma eleição é que nem mineração, só depois da apuração é que você sabe o resultado. A verdade é que eu não lembro se disse ou não, mas eu posso dizer agora. Eu estava encerrando a minha carreira política porque se eu quisesse ser candidato eu seria em 2014, mas agora, depois de tudo que tá acontecendo, eu tô dizendo alto e bom som, vou querer ser candidato à Presidência da República outra vez."

Neste trecho do seu interrogatório, Lula se recusou a responder indagações do juiz, orientado por seus advogados, Cristiano Zanin Martins e José Roberto Batochio. Moro leu na audiência trechos de entrevistas que o petista deu para setores da imprensa admitindo, na época do mensalão, erros do PT.

Na ocasião, ele declarou. "Olha, o PT se cometeu erro, minha tese é que tem que explicar para a sociedade brasileira, explicar o erro e que o partido pedisse desculpas ao povo". "Vou seguir a orientação dos meus advogados", esquivou-se o ex-presidente nesta quarta-feira perante Moro.

O juiz insistiu. Indagou de Lula quem o "traiu com práticas inaceitáveis" — segundo o próprio petista teria declarado em entrevista na Granja do Torto. Um dos advogados de Lula, Zanin Martins, interrompeu o questionamento e disse a Moro que ele não estava "julgando o PT".

Lula não resistiu e deu início a discurso como se estivesse no em campanha. "Queria só dizer uma coisa, doutor, eu na verdade tenho horas e horas para falar sobre esse assunto, mas uma coisa importante é ter claro o seguinte. Isso já passou, eu já fui julgado três vezes pelo povo brasileiro. O Sr. se lembra como a foi a campanha de 2006, eu era triturado a cada debate da TV sobre a corrupção. Eu fui eleito com 62% dos votos. Quando terminou meu [segundo] mandato, em outubro de 2010, quando a gente elegeu a presidente Dilma, em dezembro alcancei 87% do bom e ótimo nas pesquisas de opinião pública e apenas 3% de péssimo, acho que no gabinete dos tucanos."

"Ou seja", prosseguiu. "Eu não posso ser julgado pelo Código de Processo Penal numa coisa que fui julgado, dez, doze anos depois respondendo uma coisa que foi transitado em julgado. É decisão da Suprema Corte, demorou sete anos pra ser julgado, fui julgado no meio da eleição de 2012 e nós ganhamos a eleição em São Paulo."

Moro interrompeu. "Mas a pergunta não é sobre pleitos eleitorais, só quero entender suas atividades em relação a esses fatos."

Lula insistiu. "Doutor, eu não tô sendo julgado por minha relação com qualquer subordinado, a relação é de cada um. A minha é minha. Quando um político comete um erro ele é julgado pelo povo, ele não é julgado pelo processo de código penal. Eu fui julgado várias vezes pelo povo".

Fonte: Estadão

12 de Maio de 2017 às 19:04

Adolescente e casal são detidos com mais de 1 tonelada de maconha na BR-050

Policial militar realiza o levantamento da quantidade de drogas que estavam sendo transportadas na caminhonete

Trabalho conjunto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE),
em Frutal, e 5ª Cia. Independente de Meio Ambiente e Trânsito, em Uberaba, apreendeu 996 tabletes de maconha, o que totaliza cerca de uma tonelada. Além disso, foram detidas cinco pessoas, sendo um casal em Frutal e outros três suspeitos em Uberaba; um destes - adolescente - era quem conduzia uma caminhonete Ranger, de cor branca, com toda a droga.

Este menor foi detido na manhã de ontem, na BR-050, proximidade do “Doces Zebu” (Jardim Alvorada). Outras quatro pessoas foram detidas em dois veículos que teriam feito o serviço de "batedores" (aqueles que acompanham o transporte da droga), sendo um casal na cidade de Frutal e os outros dois suspeitos em um veículo na BR-050. A droga vinha do Estado do Mato Grosso e teria como destino o Estado de São Paulo. “[Os acusados] não deram detalhes para quem iriam entregar a droga, mas eles confessaram o crime”, contou o tenente Vargas, da 5ª Cia. Independente de Meio Ambiente e Trânsito.

A ocorrência teve início em Frutal, onde equipe da Polícia Rodoviária Estadual abordou casal em um Peugeot preto que estava fazendo serviço de "batedor". Eles haviam deixado uma caminhonete Ranger branca com as drogas nesta cidade. “Diante desta informação, conseguimos localizar a caminhonete, sendo que o motorista tentou fugir, sendo encontrado na BR-050, proximidades da entrada de Uberaba”, afirmou o tenente Vargas.

Agora será aberto o inquérito e poderão surgir possíveis ligações destas cinco pessoas com outras quadrilhas. A droga, os veículos e os detidos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal. “O delegado decidirá sobre a destinação da droga”, finaliza o tenente Vargas.

Fonte: JM Online