# Natanael Diniz

Já abraçou hoje?

19 de Maio de 2019 às 19:25

As relações humanas são permeadas de situações que nos fazem repensar nossas ações no nosso cotidiano.

Voce sabia que tem o dia dedicado ao abraço?  Pois então, esse dia é celebrado no dia 22 de Maio. Esta data teria surgido a partir da iniciativa do australiano Juan Mann que criou a campanha Free Hugs Campaign, em 2004, com o simples objetivo de distribuir abraços "gratuitos" pelas ruas de Sydney. Pois então, precisamos estabelecer essa cultura do abraço.

O ato de abraçar é uma demonstração de apreço, carinho, amizade e vai além às vezes, afinal pressupõe uma intimidade. Em algumas culturas, o abraço não é tão bem vindo, em outras esse ato de abraçar é rotineiro. Em outras situações abraçamos para confortar, quantas perdas e problemas que através do abraço tentamos expressar nosso carinho por esse gesto.

Com os dias corridos como esses em que vivemos, temos presenciado uma série de fatos e momentos que denotam certa frieza nas relações sejam elas familiares sociais e até amorosas. Tudo está muito fugaz, descartável, se não serve agora, não serve pra depois, ou seja, a rapidez ganhou forma até nos sentimentos pessoais.

Sabemos que a cura interior de cada um passa por uma série de fatores. Somos seres criados para o convívio, sendo assim o abraço é uma das manifestações de excelente apreço pela pessoa para qual vamos interagir. O abraço conforta e liberta.

Para que tenhamos maior consciência do abraço podemos recorrer aos relatos de vários momentos que o abraço reafirma uma ação de cuidado, zelo, vitória, conquistas e boas energias que ele transmite.

A cultura do abraço pode ser bem mais ampla, para que tenhamos maior cuidado e carinho não só com aqueles que amamos e estimamos, mas, sobretudo que possamos estabelecer um olhar de afeto e reciprocidade com aquelas pessoas que necessitam não só de um abraço mais de uma chance de serem amadas e cuidadas.

Que o abraço trás aconchego, troca, isso não é novidade, mais do que viver esse hábito de abraçar carecemos de melhores cuidado. 

Todos nós em algum momento da vida vamos cuidar ou ser cuidado, assim essa cultura do abraço celebra a união de pessoas que desejam ter relações mais felizes e saudáveis.

Como diz uma frase popular: tem gente que te abraça e te reinicia.