22 de Outubro de 2021 às 08:29

Casal cai no golpe do aluguel e passa pix para estelionatário

Ao deslocar-se com a mudança de Patos de Minas, onde as vítimas residiam, para Patrocínio, constataram que não havia o imóvel divulgado

Com informações da Polícia Militar 

PATROCÍNIO (MG) - Na manhã de quarta-feira, 20/10/21, por volta das 10h00min, compareceu na sede do 46º BPM um casal relatando que no dia 18/10/21, foram vítimas de estelionato.

Segundo as vítimas, visualizaram um anúncio nas redes sociais (facebook) sobre um imóvel para locação. O anúncio referia-se a um apartamento, na Avenida Faria Pereira, contendo dois quartos, sendo uma suíte, sala, cozinha, banheiro e uma vaga na garagem, pelo valor de R$ 550,00 reais.

O anunciante se identificou e a negociação foi realizada através do aplicativo whatsapp pelo número (34) 99836-6211, onde foram mostradas as fotos do apartamento para as vítimas.

O casal demonstrou interesse no contrato e o suspeito exigiu um valor adiantado, um "calção", para garantir a locação do imóvel.

As vítimas realizaram um pix no valor de R$ 200,00 reais em nome do suposto autor, porém, ao deslocar-se com a mudança de Patos de Minas, onde as vítimas residiam, chegaram nesta cidade, e constataram que não havia o imóvel divulgado (endereço inexistente inclusive).

As vítimas relataram que tentaram contato com estelionatário, porém foram bloqueados e o anúncio não foi mais visualizado nas redes sociais.

A PM ressalta que um amigo do casal realizou contato com o autor, sendo oferecido a ele o mesmo imóvel pelo valor de R$ 750,00 reais no entanto, para conseguir aplicar seu golpe, o estelionatário se nega a deixar o interessado a conhecer o apartamento sem antes realizar um depósito.

A Polícia Militar alerta a comunidade a se manter segura contra golpes aplicados em falsos anúncios pela internet:

• Desconfie do anúncio quando o valor de locação se apresentar muito abaixo do que é praticado pelo mercado;

• Antes de iniciar qualquer negociação, certifique-se de que o imóvel realmente existe no local informado pela pessoa interessada em alugá-lo;

• Vá ou envie alguém para visitar o imóvel e conversar diretamente com o proprietário. O ideal é que toda conversa em torno do imóvel ocorra de forma presencial, ou seja, sem ser por aplicativo de mensagens. Assim, você se certifica de que o imóvel realmente existe e que se trata de uma negociação séria;

• Busque extrair o máximo de informações sobre o anunciante. Por isso, prefira sempre entrar em contato por meio de telefone. Assim, você pode realizar perguntas e entender melhor a proposta, bem como verificar sua veracidade;

• Opte, se for possível, alugar um imóvel por uma corretora que seja conhecida e lhe garanta segurança. Assim, você evita passar pela situação do golpe do falso aluguel.

• Em casos de pessoas suspeitas acione imediatamente a Polícia Militar pelo 190.

Cidadão informado é cidadão seguro. Fique atento! Divulgue essas orientações e contribua com a segurança da comunidade!


close