# Notícias Gerais

8 de Maio de 2021 às 19:09

Minas Gerais: Confira Informe Epidemiológico Coronavírus 08/05/2021

Veja em detalhes o boletim

Até o momento foram 1.411.114 casos confirmados, sendo 6.895 nas últimas 24 horas

Estão em acompanhamento 75.875 casos e são 1.299.489 casos recuperados. 

Estão confirmados 35.750 óbitos, sendo 326 nas últimas 24 horas


8 de Maio de 2021 às 09:31

Bolsonaro vence Lula em 2022 em quatro cenários diferentes

Pesquisa de intenções de voto do Instituto Paraná Pesquisas mostra o presidente na frente no primeiro e no segundo turnos

Continue lendo após anúncio
 

Fonte: R7 Mariana Londres Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil - 05.05.2021

O presidente Jair Bolsonaro vence o ex-presidente Lula em quatro cenários diferentes de primeiro turno, de acordo com pesquisa nacional de intenções de voto para 2022 feita pelo Instituto Paraná Pesquisas. Em três simulações de segundo turno Bolsonaro também sai vitorioso, contra Lula, Ciro Gomes e João Doria. 

A diferença entre Bolsonaro e Lula nos cenários de primeiro turno varia entre 3,4 e 4,5 pontos percentuais. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais. 

No primeiro cenário, Bolsonaro tem 32,7% e Lula tem 29,3% das intenções de voto. Ciro Gomes vem em terceiro com 6,2%, Luciano Huck tem 5,8%, Sérgio Moro 5,8%, João Doria 3,6%, João Amoêdo 2,6% e Luiz Henrique Mandetta tem 1,4%. Outros 3,8% não sabem ou não responderam e 8,8% votariam em branco ou em nenhum dos candidatos. 

No segundo cenário, Bolsonaro tem 34,1% e Lula tem 29,6% das intenções de voto. Ciro Gomes vem em terceiro com 6,5%, Luciano Huck tem 6,3%,  João Doria 4,6%, João Amoêdo 2,9% e Luiz Henrique Mandetta tem 2,4%. Outros 4,2% não sabem ou não responderam e 9,4% votariam em branco ou em nenhum dos candidatos.

Já no terceiro cenário, Bolsonaro tem 34,5% e Lula tem 30,2% das intenções de voto. Luciano Huck vem em terceiro com 7,9% , Ciro Gomes tem 6,8% ,  João Amoêdo tem 3,5% e Tasso Jereissatti tem 1,8% e Rodrigo Pacheco 0,7%. Outros 4,4% não sabem ou não responderam e 10,1% votariam em branco ou em nenhum dos candidatos.

No quarto e último cenário, Bolsonaro tem 34,1% e Lula tem 30% das intenções de voto. Luciano Huck vem em terceiro com 7,9% , Ciro Gomes tem 6,9% , João Amoêdo tem 3,4% e Eduardo Leite tem 3,2% e Rodrigo Pacheco 0,5%. Outros 4% não sabem ou não responderam e 10% votariam em branco ou em nenhum dos candidatos.

Segundo turno

Em eventual segundo turno entre Bolsonaro e Lula, Bolsonaro tem 42,5% das intenções de voto e Lula 39,8%. Entre os entrevistados, 4,2% não sabem ou não responderam e 13,5% votariam em branco, nulo ou nenhum dos candidatos. 

Em disputa de segundo turno entre Bolsonaro e Ciro Gomes, Bolsonaro tem 43,4% das intenções de voto e Ciro Gomes 35,3%. Entre os entrevistados, 4% não sabem ou não responderam e 17,3% votariam em branco, nulo ou nenhum dos candidatos.

Já em disputa entre Bolsonaro e João Doria, Bolsonaro tem 42,6% das intenções de voto e João Doria 31,3%. Entre os entrevistados, 4,4% não sabem ou não responderam e 21,6% votariam em branco, nulo ou nenhum dos candidatos.

Se o segundo turno for entre Lula e Ciro Gomes, Lula tem 38,6% das intenções de voto e Ciro Gomes 28,1%. Entre os entrevistados, 4,4% não sabem ou não responderam e 29% votariam em branco, nulo ou nenhum dos candidatos.

E finalmente, entre Lula e João Doria, Lula tem 41,5% das intenções de voto e João Doria 23,9%. Entre os entrevistados, 3,4% não sabem ou não responderam e 31,2% votariam em branco, nulo ou nenhum dos candidatos.

A pesquisa

O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 2.010 eleitores, em 198 municípios nas 27 unidades da federação entre os dias 30 de abril a 04 de maio de 2021. A amostra tem grau de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2 pontos percentuais. A Paraná Pesquisas está registrada no Conselho Regional de Estatística sob o nº 3122/21.

8 de Maio de 2021 às 09:19

Fabricação de vacina da Fiocruz totalmente no Brasil começa dia 15

Fundação utilizará ingrediente farmacêutico ativo produzido no país

Continue lendo após anúncio
 

Fonte: Agência Brasil Edição: Fábio Massalli foto: REUTERS/Amanda Perobelli/Direitos Reservados

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) deverá começar a fabricar a vacina da Oxford/AstraZeneca contra a covid-19 com o ingrediente farmacêutico ativo (IFA) produzido no Brasil no dia 15 de maio. A previsão foi feita pelo vice-presidente da instituição, Mario Moreira, em entrevista coletiva do Ministério da Saúde, em Brasília, nesta sexta-feira (7).

De acordo com o dirigente, a fundação está em condições de produzir e obteve a certificação de boas práticas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas ainda há procedimentos de avaliação a serem realizados, além do processo do registro definitivo do imunizante.

“Vamos ter que produzir lotes de validação acertados com procedimentos internacionais e a partir daí a gente já começa a produzir em escala industrial. Os testes deverão aguardar o registro definitivo da Anvisa. A expectativa é que em outubro tenhamos a liberação para entregar estes lotes produzidos de maio em diante”, disse Moreira.

A produção com o IFA nacional é resultado de um acordo de transferência de tecnologia entre a Fiocruz e o consórcio formado pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca. Até o momento as doses produzidas dependem de IFA importado da China.

Falta de matéria-prima

A lentidão no envio dessas substâncias tem dificultado o andamento da imunização no Brasil. Na entrevista coletiva, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, foi perguntado sobre as ações para acelerar a liberação dos IFAs pela China diante do quadro da previsão do Instituto Butantan de cessar a produção da Coronavac na semana que vem pela falta da matéria-prima, anunciada pelo diretor da instituição, Dimas Covas.

“O governo federal trabalha sempre junto com Instituto Butantan. Estamos sempre junto com eles para monitorar o recebimento dos insumos. O ministro [Marcelo Queiroga] esteve presente hoje com o embaixador chinês [Yang Wanming]. Estamos sempre conversando quer com embaixada em Pequim ou com embaixador chinês no Brasil”, disse o secretário executivo.

Contudo, Cruz acrescentou que o Ministério da Saúde não tem ainda informações do governo chinês quanto ao envio de IFAs.

Balanço

O secretário executivo apresentou um balanço das vacinas contra a covid-19 adquiridas. Até o momento, haveriam 532,5 milhões de doses contratadas. Perguntado por jornalistas se todo este montante já teria garantia em contrato, Cruz respondeu que esse quantitativo estaria “pactuado”.

“Não dá para falar que vacina não está contratada. Ela está formalizada. Não há chance de não receber essas doses conforme previsão contratual. Existem doses que são contratadas diretamente pelo governo e outras que são entregues pela Fiocruz”, colocou.

De acordo com a previsão do governo federal, ainda há 20 milhões de doses da indiana Covaxin e mais 10 milhões da russa Sputnik V, mas os dois imunizantes tiveram as importações negadas pela Anvisa. No caso do imunizante russo, a direção da Anvisa afirmou que da forma como ele foi desenvolvido seria impossível a aprovação.

Balanço de vacinas pactuadas até 5 de maio:

- 12 milhões do Instituto Serum

- 210 milhões da Fiocruz e Oxford/AstraZeneca (100 milhões em processo de entrega e 110 milhões para entrega no 2º semestre, sendo 50 milhões de IFA importado e 60 milhões com IFA nacional)

- 130 milhões do Instituto Butantan (100 milhões já adquiridas e 30 milhões em processo final de formalização)

- 42,5 milhões de doses da Covax Facility

- 100 milhões de doses da Pfizer

- 38 milhões de doses da Janssen

Pendentes de aprovação pela Anvisa

- 20 milhões de doses da Covaxin

- 10 milhões de doses da Sputnik V

8 de Maio de 2021 às 09:15

OMS aprova vacina Sinopharm no consórcio Covax Facility

Sinopharm é o primeiro imunizante chinês a ser aprovado

Continue lendo após anúncio
 

Fonte: Agência Brasil REUTERS/Denis Balibouse/Direitos Reservados

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou a entrada da vacina chinesa Sinopharm no consórcio Covax Facility. O grupo reúne governos e fabricantes para organizar a produção e distribuição de vacinas para os países que fazem parte da articulação.

Até então faziam parte do consórcio as vacinas da Pfizer/Biontech, AstraZeneca, Janssen e Moderna. A da Sinopharm é o primeiro imunizante chinês a ser aprovado e integrado às doses que serão distribuídas.

O Brasil é um dos países que integram o consórcio Covax Facility. O país investiu recursos e terá direito a receber 42,5 milhões de doses do grupo. Até o momento o Brasil recebeu cinco milhões de doses do consórcio.

Assim, além das vacinas já adquiridas pelo governo federal, a Sinopharm vira o sétimo tipo de imunizante que poderá ser aplicado no Brasil, além da Oxford/AstraZeneca, Coronavac, Pfizer, Janssen e Covishield (vacina da AstraZeneca fabricada na Índia), além da Moderna, também pelo Covax Facility.

8 de Maio de 2021 às 09:11

Prouni divulga aprovados em vagas remanescentes do primeiro semestre

Selecionados têm até o dia 13 de maio para confirmar informações

Continue lendo após anúncio
 

Fonte: Agência Brasil Edição: Bruna Saniele foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta sexta-feira (7) o resultado do processo de ocupação de bolsas remanescentes do processo seletivo para 1º semestre de 2021 do Programa Universidade para Todos (Prouni). Agora, os candidatos selecionados deverão entregar, entre os dias 10 e 13 de maio, a documentação comprobatória das informações declaradas no ato da inscrição.

Esta é a primeira edição do processo de ocupação de bolsas remanescentes do Prouni em que a classificação dos candidatos se dá por ordem de melhor desempenho obtido no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), considerando qualquer uma das edições do exame ocorridas nos últimos dez anos. Os candidatos que realizaram mais de um Enem tiveram considerada, para efeito de classificação, a edição em que obtiveram a maior média no conjunto de provas.

As bolsas remanescentes são aquelas não preenchidas no processo seletivo, nas duas chamadas regulares e também na lista de espera do programa. A disponibilidade dessas bolsas ocorre por desistência dos candidatos pré-selecionados ou falta de documentação, por exemplo. O Ministério da Educação (MEC) ainda não divulgou a quantidade de vagas remanescentes. Neste semestre, o Prouni ofereceu, no total, mais de 162 mil bolsas.

O Prouni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

É necessário também que o estudante tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e, nesse caso, não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos. 

O candidato pode escolher até duas opções de instituição, curso e turno entre as bolsas disponíveis, de acordo com seu perfil. As notas de corte de cada curso são disponibilizadas pelo sistema em caráter informativo. O candidato pode acompanhar as notas de corte e alterar suas opções até o encerramento das inscrições. A inscrição válida é sempre a última confirmada pelo candidato.

 

7 de Maio de 2021 às 18:09

Confira o boletim Coronavírus no Brasil nesta sexta-feira, 07-05

Fonte: MS

7 de Maio de 2021 às 13:49

Cão farejador ajuda militares a encontrarem drogas no Bairro Boa Vista em Araxá

O jovem de 27 anos assumiu a propriedade de toda a droga

ARAXÁ (MG) - No dia 06/05, por volta das 22h00min, a Policia Militar durante operação no Bairro Boa Vista em Araxá, após denúncias de tráfico de drogas, visualizou um homem em atitude suspeita.

A PM ao dar ordem de busca pessoal, o suspeito tentou fugir arremessando algo em meio à vegetação, o mesmo foi alcançado e abordado.

Os militares localizaram em sua posse uma bucha grande de maconha com peso aproximado de 40 gramas e certa quantia em dinheiro.

Foi aplicada no local a semovente de faro “Alana” da ROCCA 37º BPM, que localizou em meio à vegetação uma barra grande de maconha, com peso aproximando de 500 gramas.

O jovem de 27 anos assumiu a propriedade de toda a droga, sendo preso em flagrante delito e conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Araxá, juntamente com todo o material apreendido.

Com informações e foto da Polícia Militar 

7 de Maio de 2021 às 15:31

Homem é preso em Ibiá fazendo ameaças a transeuntes com arma de fogo

O suspeito apresentava sinais visíveis de embriaguez

Continue lendo após anúncio
 

IBIÁ (MG) - No dia 06/05/21, por volta das 18h00min, a Polícia Militar de Ibiá recebeu várias ligações via "190" sobre um homem que estaria transitando pelo bairro Dona Maroca, portanto uma arma de fogo e fazendo ameaças aos transeuntes que passavam pelo local.

Os militares deslocaram até o local indicado, onde abordaram o suspeito de 32 anos e localizaram com um simulacro de arma de fogo tipo pistola.

O suspeito apresentava sinais visíveis de embriaguez, sendo preso em flagrante e o simulacro apreendido.

Com informações e foto da Polícia Militar 

7 de Maio de 2021 às 13:35

Minas Gerais: Confira Informe Epidemiológico Coronavírus 07/05/2021

Veja em detalhes o boletim

Até o momento foram 1.404.219 casos confirmados, sendo 7.685 nas últimas 24 horas.

Estão em acompanhamento 74.920 casos e são 1.293.875 casos recuperados.

Estão confirmados 35.424 óbitos, sendo 259 nas últimas 24 horas.