# Notícias Gerais

25 de Junho de 2022 às 22:37

VÍDEO: Novilha fujona invade supermercado e assusta clientes

O fato aconteceu em Carmo do Paranaíba

CARMO DO PARANAÍBA (MG) Trabalhadores e clientes de um supermercado na Avenida Frei Gabriel, bairro Santa Cruz, em Carmo do Paranaíba, levaram um grande susto na manhã desta sexta-feira 22/06, após uma novilha nelore invadir o estabelecimento comercial.

Segundo testemunhas, o animal foi contido rapidamente, não causando prejuízos e não ferindo nenhum frequentador do supermercado.

As informações iniciais apontam que o animal pode ter fugido do Parque de Exposições da cidade, uma vez que aconteceu um leilão de gado no local na última quinta-feira 23/06. Funcionários do Parque de Exposições também ajudaram a capturar a novilha. A vaca não ficou ferida com a ação de captura.

Apesar do susto, nada de mais grave aconteceu.

A Policia Militar não precisou acionada para registrar um boletim de ocorrência, pelo fato de não haver vítimas e nem danos materiais no estabelecimento comercial.

Fonte: Toninho Cury e Julio Cesar

24 de Junho de 2022 às 14:14

Suprema Corte dos EUA derruba as decisões que permitiram aborto no país

A decisão derrub a não só Roex Wade, ma também o caso Casey x Planned Parenthood, uma decisão de 1992 que confirmou Roe.

 

Fonte: ACI Digital  foto: Pixabay (domínio público)

A Suprema Corte anulou hoje a decisão Roe x Wade, que liberou o aborto nos EUA em 1973. A decisão derrub a não só Roex Wade, ma também o caso Casey x Planned Parenthood, uma decisão de 1992 que confirmou Roe.

"O aborto apresenta uma profunda questão moral. A Constituição não proíbe os cidadãos de cada Estado de regulamentar ou proibir o aborto. Roe e Casey se arrogaram essa autoridade", afirma o parecer. "Agora anulamos essas decisões e devolvemos essa autoridade ao povo e seus representantes eleitos."

A decisão não proíbe ou criminaliza o aborto, nem reconhece o direito constitucional à vida do nascituro. Mas varre barreiras arraigadas, criadas e rigorosamente aplicadas pela Justiça americana, que impediu por décadas que Estados de restringir ou proibir fortemente o assassinato de crianças ainda não nascidas no útero.

A decisão inaugura uma nova era da política de aborto nos EUA, com o campo de batalha agora mudando para as legislaturas estaduais. Esses órgãos democraticamente eleitos agora são livres para debater e regular o aborto como bem entenderem, como aconteceu ao longo da história americana antes que a Suprema Corte federalizasse a questão.

Ao mesmo tempo, a decisão marca um momento decisivo para a Igreja Católica e o movimento pró-vida mais amplo nos Estados Unidos, que buscou meticulosamente a reversão de Roe desde que a decisão foi dada em 19 de janeiro de 1973.

A decisão foi escrita pelo juiz Samuel A. Alito Jr. Os juízes Clarence Thomas, Neil Gorsuch, Brett Kavanaugh e Amy Coney Barrett concordaram. O presidente da Suprema Corte, John Roberts, apresentou uma opinião própria concordando com o julgamento. Os juízes Stephen Breyer, Sonia Sotomayor e Elena Kagan votaram contra.

O resultado de Dobbs não foi uma surpresa, já que a opinião final se assemelhava substancialmente a um rascunho escrito por Alito em fevereiro que vazou para a imprensa em 2 de maio.

Em Roe x Wade, o tribunal decidiu que os Estados não poderiam proibir o aborto antes da viabilidade, que o tribunal determinou entre 24 e 28 semanas de gravidez. Quase 20 anos depois, o tribunal confirmou Roe em Planned Parenthood v. Casey. A decisão de 1992 dizia que, embora os Estados pudessem regular os abortos de pré-viabilidade, eles não poderiam impor um “ônus indevido”, definido pelo tribunal como “um obstáculo substancial no caminho de uma mulher que busca o aborto de um feto inviável”.

A Lei da Idade Gestacional do Mississippi, objeto do caso Dobbs, contestou diretamente ambas as decisões, porque proíbe o aborto semanas após 15 semanas, muito antes do ponto de viabilidade.

"Roe estava flagrantemente errado desde o início. Seu raciocínio foi excepcionalmente fraco e a decisão teve consequências prejudiciais. E longe de trazer um acordo nacional para a questão do aborto, Roe e Casey inflamaram o debate e aprofundaram a divisão", diz a decisão da Suprema Corte. "É hora de prestar atenção à Constituição e devolver a questão do aborto aos representantes eleitos do povo".

24 de Junho de 2022 às 14:05

Minas Gerais: Confira Informe Epidemiológico Coronavírus 24/06/2022

Veja em detalhes o boletim

 

Até o momento foram 3.572.319 casos confirmados, sendo 14.029 nas últimas 24 horas.

Estão em acompanhamento 83.798 casos e são 3.426.506 casos recuperados.

Estão confirmados 62.015 óbitos, sendo 99 nas últimas 24 horas.

24 de Junho de 2022 às 13:54

Governo paga hoje Auxílio Brasil a beneficiários com NIS final 6

Valor mínimo para cada família é R$ 400

 

Fonte: Agência Brasil Edição: Kleber Sampaio foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal paga hoje 24/06 a parcela de junho do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) com final 6. O valor mínimo do benefício é de R$ 400. As datas seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês.

O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Atualmente, 17,5 milhões de famílias são atendidas pelo programa. No início do ano, três milhões de famílias foram incluídas no Auxílio Brasil.

NIS jun jul ago set out nov dez
1 17/06 18/07 18/08 19/09 18/10 17/11 12/12
2 20/06 19/07 19/08 20/09 19/10 18/11 13/12
3 21/06 20/07 22/08 21/09 20/10 21/11 14/12
4 22/06 21/07 23/08 22/09 21/10 22/11 15/12
5 23/06 22/07 24/08 23/09 24/10 23/11 16/12
6 24/06 25/07 25/08 26/09 25/10 24/11 19/12
7 27/06 26/07 26/08 27/09 26/10 25/11 20/12
8 28/06 27/07 29/08 28/09 27/10 28/11 21/12
9 29/06 28/07 30/08 29/09 28/10 29/11 22/12
0 30/06 29/07 31/08 30/09 31/10 30/11 23/12

Auxílio Gás

O Auxílio Gás também é pago hoje às famílias integrantes do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com NIS final 6. Com valor de R$ 53 em junho, o benefício segue o calendário regular de pagamentos do Auxílio Brasil.

Com duração prevista de cinco anos, o programa beneficiará 5,5 milhões de famílias até o fim de 2026 com o pagamento de 50% do preço médio do botijão de 13 quilos, conforme valor calculado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) nos últimos seis meses.

Pago a cada dois meses, o Auxílio Gás tem orçamento de R$ 1,9 bilhão para este ano. Só pode fazer parte do programa quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Benefícios básicos

O Auxílio Brasil tem três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga um emprego ou tenha um filho que se destaque em provas esportivas ou em competições científicas e acadêmicas.

Podem receber o benefício as famílias com renda per capita de até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e aquelas com renda per capita de até R$ 200, consideradas em condição de pobreza.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o Auxílio Brasil. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para integrar o programa social e o detalhamento dos nove tipos diferentes de benefícios.

O Auxílio Brasil é coordenado pelo Ministério da Cidadania, responsável por gerenciar os benefícios do programa e pelo envio dos recursos para pagamento da Caixa.

 

24 de Junho de 2022 às 13:49

Quina de São João sorteará prêmio de R$ 200 milhões neste sábado

Prêmiação final poderá bater recorde para a modalidade de sorteio

 

Fonte: Agência Brasil  Edição: Pedro Ivo de Oliveira foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

Um dos grandes prêmios do ano, a Quina de São João 2022 (concurso 5.581) será sorteada neste sábado 25/06 pela Caixa. O valor do prêmio é estimado em R$ 200 milhões e, segundo o banco, até o momento esta já é a segunda maior premiação desse tipo de sorteio. Dependendo da arrecadação final, o valor do prêmio poderá bater o recorde histórico desta modalidade lotérica.

Para a comemoração especial, a Caixa realizará o sorteio das dezenas na tradicional festa de São João de Campina Grande, na Paraíba. O sorteio não acumula. Na ausência de  vencedores na faixa principal (com acerto de cinco números), o prêmio será dividido entre os acertadores da segunda faixa (quatro números) e assim por diante.

As apostas para a Quina de São João de 2022 estão abertas desde o dia 31 de maio e poderão ser feitas até as 19h de sábado. As apostas simples, com cinco marcações, custam R$ 2. É possível fazer apostas presencialmente nas lotéricas de todo o país ou pelo site da Caixa.

O que fazer com tanto dinheiro?

Caso apenas um ganhador leve o prêmio da Quina de São João e aplique todo o valor na Poupança da Caixa, receberá mais de R$ 1,3 milhão de rendimento no primeiro mês. O dinheiro do prêmio é suficiente para comprar 50 imóveis de alto padrão ou terrenos no valor de R$ 4 milhões cada. 

Segundo informa o banco, ao fazer as apostas "os brasileiros contribuem com áreas essenciais ao desenvolvimento do país, como esporte, educação, cultura, segurança e seguridade social."

 

24 de Junho de 2022 às 13:42

ANS garante cobertura de tratamentos de transtorno do espectro autista

Resolução foi publicada hoje e entra em vigor em 1º de julho

 

Fonte: Agência Brasil  Edição: Pedro Ivo de Oliveira Por Vitor Abdala  foto: Unicef/ONU

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou que os planos de saúde garantam cobertura para qualquer tratamento nacionalmente reconhecido e considerado adequado por médicos, nos casos de pacientes com transtornos do espectro autista (TEA) e outros transtornos globais do desenvolvimento (CID F84).

A decisão foi tomada em reunião da diretoria da agência ontem (23). Devido a processos e decisões judiciais recentes, a ANS decidiu explicitar a questão, com a inclusão do seguinte texto em uma nova resolução normativa (539/2022):

“Para a cobertura dos procedimentos que envolvam o tratamento/manejo dos beneficiários portadores de transtornos globais do desenvolvimento, incluindo o transtorno do espectro autista, a operadora deverá oferecer atendimento por prestador apto a executar o método ou técnica indicados pelo médico assistente para tratar a doença ou agravo do paciente.”

Entre as técnicas citadas na reunião pelo diretor de Normas e Habilitação de Produtos da ANS, Alexandre Fioranelli, que poderão ser usadas estão: a análise aplicada do comportamento (ABA, em inglês), o método Denver, a comunicação alternativa e suplementar (PECS), modelo DIR/Floortime e o programa Son-Rise.

A nova resolução foi publicada hoje (24) no Diário Oficial da União, e começa a valer a partir de 1º de julho.

Desde o ano passado, a ANS garante sessões ilimitadas de fonoaudiologia, psicologia, terapia ocupacional e fisioterapia a pacientes com transtornos globais do desenvolvimento.

A estimativa é que os transtornos do espectro autista atinjam 2 milhões de pessoas no país, segundo a ANS.

24 de Junho de 2022 às 13:37

Presidente Bolsonaro: aumento do Auxílio Brasil pode superar efeitos da pandemia

Governo estuda passar o auxílio de R$ 400 para R$ 600

 

Fonte: Agência Brasil Edição: Fernando Fraga Por Pedro Peduzzi  foto: Reprodução Youtube TV Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje 24/06 que o aumento dos índices de inflação tem, entre suas causas, problemas decorrentes do isolamento social, medida de combate à pandemia que, segundo ele, acabou por prejudicar a economia do país.

Segundo o presidente, uma medida que pode ajudar na superação desses efeitos negativos causados pela pandemia na economia é o aumento no valor do Auxílio Brasil, de R$ 400 para R$ 600.

As declarações foram feitas durante a cerimônia de inauguração dos Residenciais Canaã I e II, em João Pessoa (PB).

De acordo com pesquisa divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial, está acumulado em 12,04%, nos últimos 12 meses.

Momentos difíceis

“Sempre disse, durante a pandemia, que o povo devia continuar trabalhando, e que estava errada a política de fechar tudo no Brasil. Estamos vendo que o ‘fica em casa que a economia a gente vê depois’ não deu certo. Vivemos momentos difíceis no Brasil e no mundo, com inflação e aumento de preços que atingem a todos. Mas isso a gente supera porque, como a imprensa está anunciando, o Auxílio Brasil vai passar de R$ 400 para R$ 600”, disse o presidente.

Ele acrescentou que, só na Paraíba, cerca de 1,5 milhão de pessoas recebem o benefício que, segundo ele, “é diferente do Bolsa Família, que, lá atrás, quem fosse trabalhar perdia. Com o Auxílio Brasil, podem trabalhar porque não vão perdê-lo”.

Liberdade de expressão

Em seu discurso, Bolsonaro disse que seu governo defende, “uma liberdade de expressão cada vez mais forte” principalmente para as pessoas que fazem uso de mídias sociais para se expressarem.

“Jamais censuraremos a mídia brasileira. Queremos a liberdade de expressão, em especial para as mídias sociais, que deram voz às pessoas de bem”, disse o presidente ao afirmar que a internet é uma ferramenta que “liberta cada um de nós”.

Segundo ele, é normal que críticas sejam feitas a políticos, inclusive por parte do próprio governo. “Nós temos críticas a políticos, isso é normal. Ninguém é perfeito, se bem que nós tentamos. Mas não conseguimos”, disse.

Moradias

Durante o evento em João Pessoa, 960 moradias foram entregues a famílias de baixa renda, por meio do Programa Casa Verde e Amarela. Segundo o governo, os dois residenciais beneficiarão cerca de 3,8 mil pessoas.

Nesses empreendimentos, foram investidos R$ 81,5 milhões, sendo R$ 75,2 milhões do governo federal e R$ 6,3 milhões em contrapartidas do governo da Paraíba.

 

24 de Junho de 2022 às 13:19

Evangelho do Dia

Alegrai-vos comigo! Encontrei a minha ovelha que estava perdida!

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas.

Naquele tempo, 3Jesus contou aos escribas e fariseus esta parábola: 4“Se um de vós tem cem ovelhas e perde uma, não deixa as noventa e nove no deserto e vai atrás daquela que se perdeu até encontrá-la? 5Quando a encontra, coloca-a nos ombros com alegria 6e, chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a minha ovelha que estava perdida!’ 7Eu vos digo, assim haverá no céu mais alegria por um só pecador que se converte do que por noventa e nove justos que não precisam de conversão”.

Palavra da salvação.

Evangelho (Lucas 15,3-7)

 

24 de Junho de 2022 às 11:54

PF deflagra Operação Monturo 2 que investiga desvio de dinheiro público

Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e, até o momento, foram apreendidos 9 veículos em Uberaba

 

Comunicação Social Delegacia da Polícia Federal em Uberaba/MG

Uberaba (MG) – Nesta sexta-feira, 24/6/22, a Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público de Minas Gerais – MPMG (Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Uberaba), deflagrou em Uberaba/MG a Operação Monturo 2 no combate a desvio de dinheiro público.

Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e, até o momento, foram apreendidos 9 veículos de propriedade dos réus da ação penal que tramita na 1ª Vara Criminal da Comarca de Uberaba.

A ação é um desdobramento da Operação Monturo, realizada em maio de 2020, que investigou o desvio de verbas públicas na área de limpeza urbana da Prefeitura Municipal Uberabense.

Para a PF, o cumprimento dos mandados de apreensão dos veículos, o sequestro de imóveis e o bloqueio de valores decretado pela Justiça, compreendem ação imprescindível para a desarticulação da organização criminosa e ressarcimento ao erário público dos valores desviados que foram apurados pela Operação Monturo.

Para o MPMG, a união de esforços entre as instituições, a exemplo das medidas adotadas na data de hoje, é essencial para que haja efetividade na defesa do patrimônio público.