# Notícias Gerais

12 de Janeiro de 2020 às 19:44

Polícia Civil de Minas Gerais dá novos esclarecimentos sobre as investigações a respeito da síndrome nefroneural supostamente causado por dietilenoglicol em cerveja

Vítimas internadas após ingestão de cerveja em MG sobe para 10

Continue lendo após anúncio
 

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que os peritos do Instituto de Criminalística realizaram análises de amostras de cerveja produzida pela Backer durante todo o sábado (11/01).

Também estão sendo realizados exames no material que foi recolhido na cervejaria durante perícia ocorrida na última quinta-feira (09/01). Os laudos devem ficar prontos nos próximos dias.

Conforme divulgado na última sexta-feira (10/01), as amostras de sangue de três pacientes internados apresentaram a substância dietilenoglicol, a mesma identificada em três amostras da cerveja.

Sobre a informação de que um supervisor do  empresa Backer registrou Boletim de Ocorrências, em 19 de dezembro de 2019, após um funcionário ter sido demitido: o crime de ameaça demanda ação penal pública condicionada à representação do ofendido. Tendo em vista que a pessoa que registou o referido boletim não foi à delegacia representar pela continuidade de ação penal, não foi instaurado Termo Circunstanciado de Ocorrência. 

Independentemente deste fato, a Polícia Civil não descarta nenhuma possibilidade, o que vem sido divulgado desde o momento em que o delegado Flávio Grossi instaurou o inquérito sobre a forma de contaminação da cerveja Belorizontina, ou seja, a partir da última quarta-feira. 

É importante ressaltar: desde o momento em que a PCMG tomou conhecimento de que as pessoas que desenvolveram a síndrome nefroneural podem ter sido contaminadas após ingerir a bebida, foram instauradas diligências preliminares (que subsidiam a decisão da autoridade instaurar ou não um inquérito).

Fábrica da cervejaria fechada

Na quinta-feira, 10/01, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, fechou a fábrica da Backer, que fica no bairro Olhos D'Água, Região Oeste de Belo Horizonte. A alegação foi de "risco iminente à saúde pública". A pasta informou que a medida tem caráter "cautelar" e que "foram determinadas ações de fiscalização para a apreensão dos produtos que ainda se encontram no mercado".

Vítimas internadas após ingestão de cerveja em MG sobe para 10

Publicado em 11/01/2020 - Por Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil  Brasília

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais registrou mais dois casos da síndrome nefroneural que vem alarmando a população mineira. Em nota, a pasta informou que já chega a dez o número de casos suspeitos notificados desde 30 dezembro. Um dos pacientes internados morreu nesta terça-feira (7), em Juiz de Fora, a cerca de 260 quilômetros da capital, Belo Horizonte. Os outros nove continuam em tratamento. Até o fim da tarde de ontem (10), a pasta divulgava oito casos, incluindo uma morte.

Todos os pacientes chegaram a hospitais de Belo Horizonte, região metropolitana e de Juiz de Fora com sintomas semelhantes: insuficiência renal aguda de evolução rápida (ou seja, que levou a pessoa a ser internada em até 72 horas após o surgimento dos primeiros sintomas) e alterações neurológicas centrais e periféricas que podem ter provocado paralisia facial, borramento visual ou perda da visão, alteração sensório ou paralisia, entre outros sintomas. Exames acusaram a presença da substância dietilenoglicol no sangue de ao menos três pacientes internados.

Tóxico, o dietilenoglicol costuma ser usado em sistemas de refrigeração, devido a suas propriedades anticongelantes. A Polícia Civil suspeita de que lotes de cervejas produzidas pela fábrica mineira Backer podem ter sido contaminadas pela substância e intoxicado os consumidores. Exames realizados pelo Instituto de Criminalística da Polícia Civil mineira comprovaram a presença do dietilenoglicol em amostras da cerveja pilsen Belorizontina, da Backer. As amostras iniciais foram recolhidas nas residências de pacientes internados e pertencem a dois lotes - L1 1348 e L2 1348. Representantes da empresa já revelaram que parte dos dois lotes sob suspeita foram vendidos para estabelecimentos do Distrito Federal, de São Paulo e do Espírito Santo.

Embora o dietilenoglicol possa ser usado também no processo de refrigeração de cervejas, a Backer garante que não o utiliza em nenhuma etapa do processo de fabricação de seus produtos. Também o presidente da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), Carlo Lapolli, disse  ontem (10) que a substância raramente é empregada na produção de cervejas. “Quase a totalidade das cervejarias artesanais utiliza álcool etílico [como anticongelante], ou seja, o álcool puro, que não oferece nenhum tipo de risco de contaminação caso entre em contato com a cerveja”, explicou Lapolli, para quem é necessário aguardar o aprofundamento das investigações a fim de saber como e em que momento as cervejas da Backer podem ter sido contaminadas.

De qualquer forma, diante da suspeita, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento decidiu interditar a cervejaria Backer e apreender, em caráter cautelar, 16 mil litros de cervejas que estavam prestes a serem distribuídos para venda, além do recolhimento das garrafas de Belorizontina disponíveis em estabelecimentos comerciais. 

Além da Polícia Civil, que instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da contaminação da bebida, auditores-fiscais agropecuários continuam averiguando a situação. Também foi criada uma força-tarefa composta por técnicos da secretaria estadual de Saúde, da secretaria municipal de Belo Horizonte, do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde e do Ministério da Saúde.

Em nota divulgada hoje (11), a Backer destaca que a interdição de sua fábrica, em caráter cautelar, não representa que a empresa tenha sido responsabilizada administrativa ou criminalmente pelo estado dos pacientes internados devido à síndrome nefroneural. A cervejaria informa ainda que, conforme programada e já anunciado, interrompeu suas atividades para vistoriar todos os seus processos de produção.

A Backer está recebendo de volta os vasilhames de Belorizontina, mesmo que de outros lotes além dos dois (L1-1348 e L2-1348) sob suspeita das autoridades policiais e sanitárias. Caso desejem devolver qualquer garrafa de Belorizontina que tenham guardada em casa, os consumidores devem procurar, a partir de segunda-feira (13) o estabelecimento comercial onde a compraram, levando consigo o cupom fiscal. A cervejaria promete que o cliente será ressarcido no momento da devolução.

A secretaria de Saúde de Belo Horizonte também colocou nove pontos de recolhimento do produto à disposição dos consumidores que adquiriram a cerveja para consumo próprio e que moram na capital mineira. Não serão aceitas devoluções de bares, restaurantes e supermercados. Todo o material entregue de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h ficará sob custódia da secretaria até sua destinação final ser definida.

Os pontos de entrega são os seguintes:

Barreiro: Avenida Olinto Meireles, 327 - Barreiro
Centro-Sul: Avenida Augusto de Lima, 30, 14ª andar - Centro
Leste: Rua Salinas, 1.447 - Santa Tereza
Nordeste: Rua Queluzita, 45 - Bairro São Paulo
Noroeste: Rua Peçanha, 144, 5º andar - Carlos Prates
Norte: Rua Pastor Murilo Cassete, 85 - São Bernardo
Oeste: Avenida Silva Lobo, 1.280, 5º andar - Nova Granada
Pampulha: Avenida Antônio Carlos, 7.596 - São Luiz
Venda Nova: Avenida Vilarinho, 1.300, 2º Piso - Parque São Pedro

13 de Janeiro de 2020 às 10:01

Nota de Falecimento MONTE CARMELO: Srº Constantino De Paula Resende (Tino da Cavam) aos 73 anos.

Saiba detalhes do funeral

Faleceu sábado dia 11/01/2020, em Monte Carmelo o Srº Constantino De Paula Resende (Tino da Cavam), aos 73 anos.

Deixa a esposa Maria Madalena Nunes De Resende.

Os filhos : Reginaldo, Regina, Reinaldo e Rosevaldo.

Os irmãos: Nita, Antônio e Jeca, noras genro, netos e demais parentes e amigos.

Sepultamento domingo, dia 12/01/2020 às 13h00 Cemitério de Monte Carmelo.

Foi  velado no salão de velório Paz Eterna.

13 de Janeiro de 2020 às 10:04

Nota de Falecimento (Patos de Minas): Erculino Faria aos 68 anos.

Saiba detalhes do funeral

Faleceu ontem 11/01/2020 (Sábado) em Patos de Minas–MG  Erculino Faria aos 68 anos.

Deixa a Esposa, Lourdes Flavia Faria, A Filha, Erica Faria da Silva Martins, 

O Genro Daniel Jose Martins, Os Netos Natalia Flavia e Luiz Felipe Martins, O sogro Joao Flavio da silva, os Irmãos, Cunhados e Outros Familiares.

Está sendo velado no Velório Príncipe da Paz Rua Ouro Preto, 798 B. Várzea Patos de Minas M.

Será Sepultado no Cemitério Parque da Esperança dia 12/01/2020 (Domingo) às 16:00 Horas, em Patos de Minas.

Informa a Funerária São Pedro e Velório Príncipe da Paz.

Site: www.grupofsp.com.br

13 de Janeiro de 2020 às 10:25

Após furto de veículo suspeitos são presos em Romaria (MG)

O veículo foi recuperado e restituído ao dono.

 

ROMARIA ( MG) - No dia 10/01/2019, por volta das 02h00min a vítima deixou seu veículo GM Celta, estacionado no centro de Romaria, por volta das 06h00min e quando retornou ao local e notou que o mesmo havia sido furtado.

Por volta das 08h00min um homem foi visto por populares dentro do veículo furtado, num local conhecido como Bicas d’água ainda em Romaria, tendo este fugido do local.

A Polícia Militar foi informada, iniciou rastreamento vindo a prender 01 suspeito do furto do veículo e 03 autores suspeitos de favorecimento pessoal.

O veículo foi recuperado e restituído ao dono.

A Polícia Civil ratificou o flagrante.

13 de Janeiro de 2020 às 10:52

NOTÍCIA ATUALIZADA:Bandidos armados invadem fazenda, amarram vítimas e roubam duas motocicletas e defensivos

A fazenda fica na região de Celso Bueno

 

Continue lendo após anúncio
 

MONTE CARMELO (MG) - No dia 11/01 por volta de 03h07min, a Polícia Militar recebeu a informação de que ocorrera um roubo na Fazenda Rancharia.

No local, uma equipe da PM fez contato com as vítimas, (homens de 43 anos e 27 anos),  que relataram que por volta de 21h00m, estavam em sua residência quando 04 assaltantes com rostos cobertos, um deles portando uma pistola, arrombaram a porta e anunciaram o assalto.  

Relatam ainda que os autores mediante ameaças não deixaram que tivessem contato visual com eles e, posteriormente, os amarraram para dar continuidade ao crime.

Foram roubados: 01 HONDA/NXR160 BROS ESDD, cor vermelha, ano/modelo 2016, placa PXV-2132, e outra motocicleta HONDA/NXR150 BROS ES, placa ARW-3467, ano/modelo 2009, cor vermelha, 01 aparelho de solda, 01 furadeira, 01 balança, lanternas e vários defensivos agrícolas (10 galões de 20L de Poquer, 04 galões de 05l de Marshalstar, 04 galões de 20L de Prioretop, 02 galões de 20l de Stimulate e 04 galões de 05L de Ampligo; totalizando valor aproximado de R$19.750,00), após o fato os autores evadiram tomando rumo ignorado.

As vítimas conseguiram se desamarrar e acionar a PM somente por volta de 03h00min desta manhã,

Ainda durante as diligências policiais, um das vítimas fez contato e informou que localizara a motocicleta  HONDA/NXR150 BROS ES, ARW-3467 escondida em meio ao cafezal da fazenda.

Segundo a PM seguem os rastreamentos com o intuito de recuperar os bens roubados e efetuar prisão dos autores.

13 de Janeiro de 2020 às 10:55

Rapaz efetua disparos para intimidar tio após discussão familiar

O fato aconteceu no bairro Boa Vista em Monte Carmelo

 

Continue lendo após anúncio
 

MONTE CARMELO (MG) – No dia 10/01/2020, por volta das 13h33min, a Polícia Militar foi acionada na Travessa Caetés, bairro Boa Vista, pela S. W. C. A. 37 anos tendo ele relatado que seu sobrinho L. R. A. 23 anos teria efetuado um disparo para o alto com uma arma de fogo tipo revólver, com o intuito de intimidá-lo, pois ambos haviam discutido por questões familiares momentos antes.

Segundo o pela S. W. C. A. 37 anos, no momento do disparo o autor trajava calça jeans de cor clara e camiseta de cor cinza, e logo após a ação fugiu sentido ao terminal rodoviário, acrescentando que o autor está cometendo diversos delitos na rua em que ele reside (lugar conhecido como ''beco do galo''), dentre eles: tráfico de drogas, ameaça e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Com as informações a guarnição de serviço realizou rastreamentos nos bairros adjacentes, porém não localizou localizar o autor.

O solicitante foi orientado a procurar a delegacia de polícia para que sejam tomadas as demais providências cabíveis ao caso, rastreamentos prosseguem.

13 de Janeiro de 2020 às 10:57

Após assalto rapaz de 20 anos é preso em Monte Carmelo

O autor apresentava estar sob efeito de análogo as drogas e portava uma faca enferrujada

 

MONTE CARMELO (MG) – No dia 10/01/2020, por volta das 03h22min, a Polícia Militar foi acionada pela vítima V. T. D. S. relatou que quando chegava em sua residência na avenida da Imprensa, bairro Boa Vista, foi abordada pelo autor R. D S. C., 20 anos no momento em que descia de seu veículo.

O autor apresentava estar sob efeito de análogo as drogas e portava uma faca enferrujada que utilizou para anunciar o roubo.

O autor ameaçou a vítima de morte dizendo: “É um assalto! Passa o celular! ”; e em seguida avançou contra a vítima que para se defender entrou em luta corporal com o envolvido.

A vítima conseguiu desvencilhar do autor e conseguiu adentrar no imóvel e trancar a porta.

O autor roubou da vítima uma mangueira de jardim, produtos alimentícios: 5 kg de arroz, marca Trevo, macarrão, dentre outros e em seguida fugiu do local a pé sentido ao terminal rodoviário.

O autor foi localizado e preso durante os rastreamentos e os materiais foram recuperados.

 

10 de Janeiro de 2020 às 17:55

Evangelho do Dia

E, imediatamente, a lepra o deixou.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas.
12Estando Jesus numa cidade, apareceu um homem cheio de lepra. Vendo Jesus, lançou-se com o rosto por terra e lhe suplicou: "Senhor, se queres, podes limpar-me".
13Jesus estendeu a mão, tocou-o e disse: "Eu quero; sê purificado!" No mesmo instante desapareceu dele a lepra.
14Ordenou-lhe Jesus que o não contasse a ninguém, dizendo-lhe, porém: "Vai e mostra-te ao sacerdote, e oferece pela tua purificação o que Moisés prescreveu, para lhes servir de testemunho".
15Entretanto, espalhava-se mais e mais a sua fama e concorriam grandes multidões para o ouvir e ser curadas das suas enfermidades.
16Mas ele costumava retirar-se a lugares solitários para orar.
Palavra da Salvação.

Evangelho - Lucas 5,12-16
 

10 de Janeiro de 2020 às 17:52

Cerveja contaminada pode ser causa de síndrome que matou uma pessoa

Oito foram internados com sintomas renais e neurológicos em Minas

Continue lendo após anúncio
 

A contaminação de lotes de cerveja por uma substância tóxica usualmente empregada na produção de bebidas industriais pode ter causado a morte de uma pessoa e a internação de outras sete, em Minas Gerais, nos últimos dias.

Exames laboratoriais realizados pela Polícia Civil de Minas Gerais identificaram a presença da substância dietilenoglicol em amostras de ao menos dois lotes da cerveja Belorizontina, da Backer. As amostras dos lotes L1 1348 e L2 1348 foram recolhidas nas residências dos pacientes internados com insuficiência renal aguda e alterações neurológicas.

Segundo o superintendente de Polícia Técnico-Científica da Polícia Civil, Thales Bittencourt, o resultado das investigações é preliminar, não sendo possível, até o momento, afirmar como a substância contaminou as bebidas periciadas. “Só é possível afirmar que ela foi identificada em duas amostras”, disse Bittencourt, na tarde desta quinta-feira (9), em entrevista à imprensa.

Logo após a Polícia Civil ter revelado o resultado da perícia, a cervejaria Backer informou que vai recolher todos os vasilhames de Belorizontina dos lotes L1 1348 e L2 1348. A medida, segundo a empresa, é preventiva, pois o dietilenoglicol não faz parte do processo de produção de suas cervejas. A cervejaria não aponta nenhuma hipótese para explicar como, então, a substância teria contaminado os produtos periciados.

“A Cervejaria Backer continua à disposição das autoridades para auxiliar no que for necessário até a conclusão das investigações”, afirma a empresa, em nota.

Segundo a secretaria estadual de Saúde, o primeiro dos oito casos de síndrome nefroneural foi registrado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde em 30 de dezembro, em Belo Horizonte. A segunda vítima foi internada em um hospital de Juiz de Fora. Nos dias seguintes, outras seis pessoas deram entrada em hospitais da região metropolitana da capital mineira, com insuficiência renal aguda e alterações neurológicas centrais e periféricas. Na terça-feira (7), um paciente internado em Juiz de Fora morreu em função de complicações no quadro.

Ainda de acordo com a secretaria de saúde, os pacientes apresentaram uma rápida deterioração do estado de saúde: em média, em dois dias e meio após o surgimento dos primeiros sintomas, as pessoas tiveram que ser internadas. Um nono caso foi descartado pelo fato de não apresentar os mesmos sintomas dos demais e por ter doença renal prévia.

Uma força-tarefa com técnicos das secretarias de Saúde de Belo Horizonte e de Minas Gerais e do Ministério da Saúde foi criada para acompanhar as investigações e as medidas necessárias à proteção da população.

Fonte e foto: Arquivo/Agência Brasil

NOTICÍAS RELACIONADAS 

Um paciente morre e outro encontra-se internado com o que esta sendo chamada doença misteriosa