# Notícias Gerais

14 de Setembro de 2020 às 11:37

Motociclista de 21 anos é abordado por ciclista e morto a tiros em Patos de Minas

A vítima estava com a namorada no momento do crime na confluência dos bairros bairros Jardim Aquários e Alto da Colina

Foto: Patos Hoje e Redes Sociais

PATOS DE MINAS (MMG) - No domingo 13/09,  por volta das 19h40 no cruzamento da Avenida das Paineiras com a Rua Antônio Wensceslau de Sousa, confluência dos bairros bairros Jardim Aquários e Alto da Colina o jovem Renato Santos do Amaral, mais conhecido por Chapahall, 21 anos, estaria parado no local em uma motocicleta Honda/Biz juntamente com sua namorada.

Em determinado momento, percebendo a chegada de um ciclista armado, ele alertou a namorada. O homem na bicicleta efetuou vários disparos, a princípio, cinco projéteis atingiram o rapaz. A moça não sofreu ferimentos.

O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado, no entanto, a vítima, Renato Santos do Amaral, de 21 anos, não resistiu e faleceu no local.

Após o trabalho da Péricia Técnica da PC, o orpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML)  de Patos de Minas.

A perícia da Polícia Civil informou que havia pelo menos cinco ferimentos só no rosto da vítima,.

A Polícia Militar levantou as primeiras informações acerca do homicídio e iniciou as buscas pelo autor, mas não o encontrou.

A PC segue com as investigações.

 

14 de Setembro de 2020 às 11:25

Morre cantor Parrerito do Trio Parada Dura, vítima do coronavírus

Cantor tinha 67 anos

O cantor Parrerito morreu por volta das 21h30 deste domingo (13), em Belo Horizonte, como informou a assessoria de imprensa do Trio Parada Dura. Diagnosticado com Covid-19, o músico estava internado desde o dia 29 de agosto e não resistiu às complicações da doença.

Eduardo Borges, conhecido como Parrerito, tinha 67 anos e era diabético. No último dia 31, ele teve um mal súbito e precisou ser levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular da capital, onde permaneceu em estado grave.

"Igual a andorinha, Parrerito parte voando e deixa um Brasil inteiro já com saudade de sua voz que por quase quatro décadas marcou gerações no Trio Parada Dura", afirma a assessoria em comunicado enviado à imprensa.

Atualmente, o Trio Parada Dura era formado pelos músicos Parrerito, Creone e Xonadão. Os outros dois integrantes da banda fizeram o exame e testaram negativo para coronavírus. A esposa de Parrerito também foi diagnosticada com a Covid-19, mas se recuperava em casa.

"Familiares e a equipe Trio Parada Dura agradecem todas as correntes de orações e fé formadas durante a luta de Parrerito pela vida. Elas mostraram o quanto ele era tão querido e estimado por todos. E é desta forma que vamos sempre lembrar dele", diz ainda a nota.

Parrerito nasceu em São Fidélis (RJ), mas construiu a carreira, com o Trio Parada Dura, em Minas Gerais. Ele morava com a família em Contagem, na Região Metropolitana de BH. O artista deixa esposa, filhas e netos.

Luto na música sertaneja

Nas redes sociais, famosos e amigos lamentaram a perda. "Mais um grande artista se foi... Descanse em paz, Parrerito! Que seja sempre lembrado por tudo de bom que fez pela música. Meus sentimentos à família, amigos e fãs!", publicou Bruno Belutti, da dupla Marcos & Belutti.

"Descanse em paz, #Parrerito!", escreveram João Neto e Frederico. "#RIPParrerito", disse Leonardo.

Trio Parada Dura

Parrerito entrou para o Trio Parada no lugar do irmão Barrerito, que sofreu um acidente aéreo na década de 1980, ficou paraplégico, e decidiu seguir carreira solo.

O fundador do grupo e último representante da formação original, Carlos Alberto Mangabinha Ribeiro, conhecido como Mangabinha, morreu em 2015 depois de ter um acidente vascular cerebral.

O Trio Parada Dura foi criado em 1971 e teve diversas formações ao longo da história. “Fuscão Preto", “Telefone Mudo” e "As Andorinhas" estão entre as músicas de maior sucesso gravadas pelo grupo.

Fonte: G1 Minas Gerais

13 de Setembro de 2020 às 12:25

Confira o boletim Covid em Minas Gerais neste domingo, 13/09

Os óbitos continuam altos

Até o momento foram 252.263 casos confirmados, sendo 2.073 nas últimas 24 horas.

Estão em acompanhamento 28.340 casos e são 217.647 casos recuperados.

 Estão confirmados 6.276 óbitos, sendo 76 nas últimas 24 horas.

12 de Setembro de 2020 às 11:45

Confira o último Epidemiológico Coronavírus 12/9/2020 em Minas Gerais

Estão confirmados 6.200 óbitos sendo86 nas últimas 24 horas.

Até o momento foram 250.190 casosconfirmados em Minas Gerais, sendo 4.041 nas últimas 24 horas. 

Estão em acompanhamento 28.950 casos e são 215.040 casos recuperados. 

Estão confirmados 6.200 óbitos sendo86 nas últimas 24 horas.

12 de Setembro de 2020 às 11:18

Homem é preso por porte ilegal de arma de fogo após agredir amásia em Douradoquara

O fato aconteceu na fazenda Ferragem.

Continue lendo após anúncio
 

DOURADOQUARA (MG) - No dia 11/09 por volta das 22h43min, a Polícia Militar foi acionada para deslocar na fazenda Ferragem. No local, a vítima, uma mulher de 38 anos, relatou que o seu amásio após uma discussão por motivos fúteis, passou a agredí-la, com tapas, enforcamento e safanões. 

Em ato contínuo o autor, 46 anos, apossou-se de uma arma tipo carabina calibre .22 e saiu em direção a um matagal próximo à residência.

A vítima sentindo-se ameaçada, correu desesperada em direção a rodovia em companhia do filho dela e acionou a Polícia Militar.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao autor. E após diligências, a arma e as munições foram encontradas no matagal.     

O autor foi preso em flagrante delito e conduzido à Delegacia de Polícia Civil de plantão juntamente com a arma apreendida.

Fonte: ASCOM 46º BPM

11 de Setembro de 2020 às 17:38

Morre vice-prefeito de Uberaba por coronavírus

Veja a nota da Prefeitura Municipal de Uberaba

Morreu na tarde desta-sexta 11/09, o vice-prefeito da cidade Uberaba João Gilberto Ripposati de 59 anos, devido à Covid-19.

João Gilberto Ripposati estava internado há duas semanas na UTI do Hospital São Domingos, respirava por ventilação mecânica e tinha um quadro delicado de saúde.

Veja a nota da Prefeitura Municipal de Uberaba

Durante sua vida pública atuou na defesa das comunidades com responsabilidade e transparência

É com pesar que informamos que o vice-prefeito João Gilberto Ripposati veio  a óbito hoje (11), após 14 dias na luta contra a Covid-19. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Domingos, desde o dia 28 de agosto, quando sentiu dores no estômago e dificuldades para respirar. O velório está sendo organizado e seguirá os protocolos exigidos pela pandemia. A Prefeitura de Uberaba está decretando luto oficial de três dias.

Ripposati, tinha 59 anos, era filho do servidor aposentado da Epamig João Ripposati e Adélia de Carvalho Ripposati (in memoriam). Casado com Marilene Fernandes de Freitas Ripposati, com quem teve três filhos – Gleidson, Kelly e Vinícius, e três netos – Alice, Francisco e Melissa. Ripposati foi funcionário público da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), líder comunitário e desenvolveu vários trabalhos voluntários.

Continue lendo após anúncio
 

Em 2016, foi eleito vice-prefeito na chapa encabeçada por Paulo Piau, com 75.251 votos. O pleito foi decidido em único turno. Em 2108, pelo PTB disputou a eleição para deputado estadual, quando obteve 6.735 votos, não conseguindo eleger-se. Em 1998, pelo PDT, concorreu a deputado federal alcançando 7.278, o que lhe garantiu uma suplência, na ocasião.

Esteve por quatro mandatos como vereador (1997 a 2000; 2001 a 2004; 2009 a 2012 e de 2013 a 2016). Foi autor de leis importantes no município de Uberaba que são referência nacional, como o Projeto de Lei 7.058/99 Programa Plantando e Colhendo Saúde (Hortas Urbanas); Mutirão das escrituras que já atendeu a quase dois mil mutuários.

Também foi autor da Lei 9.638/2005 que instituiu o Casamento Comunitário, onde a cada ano mais de 100 casais se unem em matrimônio. Ainda de sua autoria o Projeto de Lei 11.528/2013 que criou a Farmácia Viva/ Fitoterápica. Programa de incentivo da soja na alimentação humana; Educação Alimentar (conscientização obesidade) entre vários outros voltados à comunidade. Teve papel fundamental na luta para instituir o Plano Diretor de Peirópolis desde 1997.

Ripposati teve importante atuação na defesa da duplicação e melhorias na BR 050, especialmente no trecho urbano, em Uberaba. Era conhecido por sua dedicação no estudo e elaboração de projetos, além da defesa que fazia em prol das comunidades.

Prefeito de 16 a 29 de julho de 2019 assumiu o cargo de prefeito durante licença do titular, Paulo Piau.

Também durante o mandato de vice-prefeito, Ripposati assumiu de fevereiro a abril de 2018 a presidência da Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande (Cohagra).

Enquanto presidente Interino da Cohagra no curto espaço de tempo, Ripposati desenvolveu várias atividades, entre elas, elaborou o plano de estudo para a aprovação e revisão dos direitos dos trabalhadores efetivos referente aos percebimentos de quinquênio e férias prêmio; elaborou a revisão do Plano de Cargos e Salários para os servidores da Cohagra; criou o Projeto Habita Cohagra; deu prosseguimento ao Programa Minha Casa Legal, que visa a regularização fundiária de áreas já ocupadas há muitos anos por famílias que sempre residiram e esperam a titularidade de seus imóveis, começando pela Chácaras Bouganville.

Ainda durante o período de gestão a frente da Cohagra, foi implantado o sistema de acompanhamento e fiscalização nos empreendimento do Minha Casa Minha Vida (MCMV).

Ripposati começou a sentir os primeiros sintomas da Covid-19 em 18 de agosto. No dia 19, esteve em um pronto socorro de hospital particular, onde passou por exames e foi medicado. No dia 22, recebeu a confirmação da testagem positiva. Já no dia 29, com dores  no estômago e dificuldades para respirar, foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital São Domingos, onde permaneceu até seu óbito, na tarde de hoje.

Jornalista Marconi Lima

Fonte: Prefeitura Municipal de Uberaba foto: Divulgação

11 de Setembro de 2020 às 14:01

Caixa paga auxílio emergencial para nascidos em maio

Pagamento faz parte do segundo ciclo que vai até 27 de outubro

Continue lendo após anúncio
 

A Caixa Econômica Federal paga hoje (11) auxílio emergencial para 4 milhões de beneficiários nascidos em maio. O pagamento de hoje faz parte do ciclo 2, que começou pelos beneficiários nascidos em janeiro, no dia 28 de agosto. Essa etapa de pagamentos vai até 27 de outubro.

Neste ciclo, mais três grupos foram incluídos: trabalhadores que fizeram o cadastro nas agências dos Correios entre 2 de junho e 8 de julho; trabalhadores que fizeram a contestação pelo site da Caixa ou App Caixa Auxílio Emergencial de 3 de julho a 16 de agosto e foram considerados elegíveis; beneficiários que tenham recebido a primeira parcela em meses anteriores, mas que tiveram o benefício reavaliado em agosto. No caso das reavaliações, o benefício foi liberado novamente para 148 mil pessoas.

Os recursos podem ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem. Com ele é possível pagar boletos e fazer compras na internet e nas maquininhas em mais de 1 milhão de estabelecimentos comerciais.

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado em ciclos de crédito em conta poupança social digital e de saque em espécie. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período de acordo com o mês de nascimento. Para os beneficiários nascidos em maio, os saques e transferências serão liberados no dia 3 de outubro.

Fonte: Agência Basil foto: InvestNews

11 de Setembro de 2020 às 12:09

Confira o último Epidemiológico Coronavírus 11/9/2020 em Minas Gerais

Confira também cidade por cidade

Continue lendo após anúncio
 

Até o momento foram 246.149 casos confirmados, sendo 3.116 nas últimas 24 horas.

Estão em acompanhamento 29.664 casos e são 210.371 casos recuperados.

Estão confirmados 6.114 óbitos, sendo 108 mortes nas últimas 24 horas.

São 24.912 casos de internação hospitalar na rede pública e privada e a letalidade da doença é de 2,5%.

11 de Setembro de 2020 às 09:49

Preço do diesel em refinarias da Petrobras cai 7% e da gasolina 5%

Os novos valores valem a partir desta sexta (11)

Continue lendo após anúncio
 

Agência Petrobras/ Geraldo Falcão fonte: Agência Brasil

A Petrobras anunciou hoje (10) que os preços médios do diesel em suas refinarias terão redução de 7%. Também haverá queda na cotação da gasolina, de 5%. Os novos valores valem a partir de amanhã (11).

De acordo com o cálculo da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), o corte no litro do diesel S10 e S500 será, em média, de R$0,1223. Já a gasolina terá o litro R$0,0834 mais barato.

Este é a terceira queda consecutiva que a estatal anuncia para diesel e gasolina. É também a segunda diminuição anunciada nesta semana. Ontem (9), os preços médios da gasolina e do diesel já haviam sido corrigidos, ambos com um corte de 5%.

A atual política de preços leva em conta a paridade de importação e é influenciada pelas cotações internacionais do petróleo e do câmbio. Neste mês, os preços de referência do petróleo têm caído diante do clima econômico em meio à pandemia de covid-19 e também devido às preocupações com o ritmo de retomada da demanda. O preço do barril do Brent caiu para valores abaixo de US$ 40.

Após os novos reajustes, a gasolina nas refinarias da Petrobras irá acumular queda de 16,7% em 2020. Já os preços do diesel serão 30% abaixo dos registrados em janeiro desse ano.

Edição: Liliane Farias