# Notícias Gerais

1 de Dezembro de 2018 às 08:54

Evangelho do Dia

Vigiai, pois, em todo o tempo e orai, a fim de que vos torneis dignos de escapar a todos estes males que hão de acontecer.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas.
Naquele tempo, 21 34 disse Jesus aos seus discípulos: "Velai sobre vós mesmos, para que os vossos corações não se tornem pesados com o excesso do comer, com a embriaguez e com as preocupações da vida; para que aquele dia não vos apanhe de improviso.
35 Como um laço cairá sobre aqueles que habitam a face de toda a terra.
36 Vigiai, pois, em todo o tempo e orai, a fim de que vos torneis dignos de escapar a todos estes males que hão de acontecer, e de vos apresentar de pé diante do Filho do Homem".
Palavra da Salvação.

Evangelho de hoje: Lc 21,34-36

1 de Dezembro de 2018 às 10:50

Após eleição, Bolsonaro visita pela primeira vez a Canção Nova e cidades do Vale no estado de São Paulo

Jair Bolsonaro fez nesta sexta-feira, 30, breve passagem por instituições localizadas nas cidades de Guaratinguetá, Aparecida e Cachoeira Paulista

 

O presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro, fez uma breve passagem nesta sexta-feira, 30, pelas cidades de Guaratinguetá, Aparecida e Cachoeira Paulista, todas localizadas no Vale do Paraíba, São Paulo. Durante a manhã, Bolsonaro participou da Solenidade Militar de Formatura da 247ª turma do curso de Formação de Sargentos (CFS), Esquadrão Azul, Turma Condá, da 29ª turma do Estágio de Adaptação à Graduação Sargento (EAGS), Esquadrão Prata e da Turma Sírius — todas pertencentes a Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR). No início da tarde, Bolsonaro visitou a Basílica Nacional e ao Santuário do Pai das Misericórdias, da Comunidade Canção Nova (CN).

Continue lendo após anúncio
 

Jair Bolsonaro chegou ao pátio do Prédio do Comando da EEAR, em Guaratinguetá, às 10h30, e participou da formatura dos 530 novos sargentos. O presidente eleito participou da homenagem e entrega do prêmio Honra ao Mérito, do Ministério da Defesa, e acompanhou as premiações da Força Aérea Brasileira e da Medalha Eduardo Gomes Aplicação de Estudo. Ao final da cerimônia, Bolsonaro concedeu uma entrevista à imprensa e falou dos temas: indulto de natal, a indicação do almirante Bento Costa Lima para o Ministério de Minas e Energia, novos investimentos no Vale do Paraíba, relações internacionais, futura indicação para a pasta de Meio Ambiente, segurança e combate ao crime organizado e a intervenção militar no Rio de Janeiro que não será prorrogada.

Sobre o indulto, Bolsonaro observou: “Será completamente diferente. Não é somente uma questão de corrupção, qualquer criminoso tem que cumprir sua pena de forma integral, essa é a nossa política, é isso inclusive que acertei com Sérgio Moro, indicado para ser Ministro da Justiça, para tratar essas questões. Se não houver punição ou se a punição for extremamente branda, acho que é um convite à criminalidade”.

Com relação ao novo indicado para o Ministério de Minas e Energia, o presidente eleito afirmou: “Ele tem conhecimento do assunto, é uma pessoa honrada, que está com muita vontade de buscar soluções para questões graves que temos pela frente”. A respeito da futura interrupção da intervenção militar no Rio de Janeiro, Bolsonaro declarou: “Eu assumindo, não a prorrogarei. (…) Quero uma retaguarda jurídica para as pessoas que trabalham na segurança do nosso Brasil. Não posso admitir que o integrante das Forças Armadas, da Polícia Militar, da Polícia Federal, entre outros, após o cumprimento da missão, respondam a um processo”.

Após a coletiva, Jair Bolsonaro fez uma rápida visita à Basílica Nacional de Aparecida, e seguiu rumo ao Santuário do Pai das Misericórdias, na Canção Nova, localizado em Cachoeira Paulista. Na ocasião, o presidente eleito foi recebido pelo fundador da comunidade, Monsenhor Jonas Abib, pela cofundadora da comunidade, Luzia Santiago, o presidente da Fundação João Paulo II, Wellington Silva Jardim, padre Bruno Costa, e demais autoridades.

No Santuário, Monsenhor Jonas rezou pelo presidente e pediu sabedoria para este novo período. “O Pai quer abraçá-lo e fazer com que o senhor caminhe pelos caminhos dEle para que Ele possa levá-lo a um Brasil mudado. (…) Assim como Salomão, que Deus o dê toda a sabedoria. Salomão não pediu riquezas, nem vitórias sobre seus inimigos, mas pediu sabedoria. Senhor dá a ele a sua sabedoria”, rogou. Os fiéis participaram também do momento de oração.

“Quero mais uma vez agradecer a Deus por estar vivo. Fui salvo por homens, mas pelas mãos de Deus. Agradeço o apoio, consideração, confiança e orações. Entendo que o que acontece comigo é uma missão de Deus. Como disse, há pouco, Monsenhor Jonas, quero avançar um pouco mais, e quero pedir mais que sabedoria, quero pedir coragem para decidir acertadamente o destino desta grande nação chamada Brasil”, falou Bolsonaro.

Depois de sua passagem pelo Santuário, Bolsonaro encontrou-se com a imprensa no Auditório São Paulo, na sede da Canção Nova. Durante coletiva, o presidente assegurou que permanecerá com as isenções de impostos e taxas sob as Igrejas e comunidades que realizam trabalhos filantrópicos. Bolsonaro comentou também a proximidade econômica de seu futuro governo com o governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sua linha conservadora e possíveis incentivos ao turismo religioso.

Acompanhado durante toda esta sexta-feira pelo futuro ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, pelo chefe de gabinete de Segurança Institucional (GSI), General Augusto Heleno, e pelo senador eleito, Major Olímpio, o presidente eleito seguirá neste sábado, 1, para a cidade de Resende, no interior do Rio de Janeiro, onde participará da cerimônia de Formatura dos Cadetes Aspirantes da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN).

Fonte: Agência Brasil Julia Beck

1 de Dezembro de 2018 às 08:35

Conta de luz terá bandeira verde em dezembro, sem cobrança extra

Chuvas amenizam baixa em reservatórios

A bandeira tarifária para o mês de dezembro será verde, ou seja, sem custo extra para os consumidores de energia elétrica. Desde maio deste ano, a bandeira estava nos patamares amarelo ou vermelho.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), apesar de os reservatórios ainda apresentarem níveis reduzidos, a expectativa é a de que a estação chuvosa continue aumentando o nível de produção de energia pelas hidrelétricas e a recuperação do fator de risco hidrológico (GSF), fatores que impulsionam a queda no Preço de Liquidação de Diferenças (PLD). O GSF e o PLD são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira tarifária a ser acionada.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira, nas cores verde (sem cobrança extra), amarela e vermelha (patamar 1 e 2), está relacionada aos custos da geração de energia elétrica. 

A Aneel alerta que, mesmo com a bandeira verde, é importante manter as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício de energia elétrica.

Fonte: Agência Brasil

1 de Dezembro de 2018 às 10:51

Polícia Civil apresenta suspeitos de assaltarem relojoarias em Patos de Minas e Presidente Olegário

Parte das joias roubadas também foram recuperadas.

Durante uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (30), a Polícia Civil (PC) apresentou dois suspeitos de terem cometido assaltos em relojoarias de Patos de Minas e Presidente Olegário.

Segundo o delegado Ewerton Evangelista, após o assalto ocorrido na Relojoaria Marques em Patos de Minas no último dia 8 de novembro, a PC iniciou as investigações e por meio de imagens da câmera de segurança do local, conseguiu identificar um menor de idade envolvido.

Continue lendo após anúncio
 

O suspeito de 17 anos, além de conversar a participação no crime, revelou a identidade do comparsa Paulo Henrique Porto Silva, vulgo "Capanga", de 22 anos. A dupla também efetuou um assalto na Relojoaria Ideal no município de Presidente Olegário.

Paulo “Capanga” foi preso e conduzido ao Presídio Sebastião Satiro. Após a expedição de um mandado de internação provisória o menor também foi apreendido e encontra-se à disposição da justiça.

O delegado Luis Mauro Sampaio estima que as joias furtadas em Presidente Olegário somam o montante de dez mil reais e 120 mil reais em Patos de Minas. “Parte das joias foi recuperada, mas o importante é que com a detenção dos suspeitos, novos assaltos foram evitados”, disse.

Fonte: Patos Notícias Foto: ASCOM 10º DRPC

29 de Novembro de 2018 às 16:46

Evangelho do Dia

Então verão o Filho do Homem vir sobre uma nuvem com grande glória e majestade.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
Naquele tempo, 21 20 disse Jesus aos seus discípulos: “Quando virdes que Jerusalém foi sitiada por exércitos, então sabereis que está próxima a sua ruína.
21 Os que então se acharem na Judéia fujam para os montes; os que estiverem dentro da cidade retirem-se; os que estiverem nos campos não entrem na cidade.
22 Porque estes serão dias de castigo, para que se cumpra tudo o que está escrito.
23 Ai das mulheres que, naqueles dias, estiverem grávidas ou amamentando, pois haverá grande angústia na terra e grande ira contra o povo.
24 Cairão ao fio de espada e serão levados cativos para todas as nações, e Jerusalém será pisada pelos pagãos, até se completarem os tempos das nações pagãs.
25 Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra a aflição e a angústia apoderar-se-ão das nações pelo bramido do mar e das ondas.
26 Os homens definharão de medo, na expectativa dos males que devem sobrevir a toda a terra. As próprias forças dos céus serão abaladas.
27 Então verão o Filho do Homem vir sobre uma nuvem com grande glória e majestade.
28 Quando começarem a acontecer estas coisas, reanimai-vos e levantai as vossas cabeças; porque se aproxima a vossa libertação”.
Palavra da Salvação.

Evangelho de hoje: Lc 21,20-28

29 de Novembro de 2018 às 16:41

Expectativa de vida do brasileiro cresce e mortalidade infantil cai

Os dados são de estudo do IBGE

A expectativa de vida do brasileiro passou de 75,8 anos para 76 anos de 2016 para 2017, um aumento de três meses e 11 dias. O dado é da Tábuas Completas de Mortalidade do Brasil de 2017, divulgada hoje (29), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A publicação apresenta as expectativas de vida às idades exatas até os 80 anos e são usadas como um dos parâmetros para determinar o fator previdenciário no cálculo das aposentadorias do Regime Geral de Previdência Social.

Segundo o estudo, a expectativa de vida dos homens aumentou de 72,2 anos em 2016 para 72,5 anos em 2017, enquanto a das mulheres foi de 79,4 para 79,6 anos.

Regionalmente, Santa Catarina apresenta a maior expectativa de vida, de 79,4 anos, seguida por Espírito Santo, 78,5 anos; Distrito Federal, 78,4 anos, e São Paulo, 78,4 anos.

O Rio Grande do Sul (78,0 anos), Minas Gerais (77,5 anos), Paraná (77,4 anos) e Rio de Janeiro (76,5 anos) são os únicos que têm indicadores superiores à média nacional. No outro extremo, com as menores expectativas de vida, estão Maranhão (70,9 anos) e Piauí (71,2 anos).

Ao comentar os resultados do estudo, a pesquisador do IBGE Marcio Minamiguchi disse que a tendência do país é de convergência com o nível dos países desenvolvidos. “Temos uma certa gordura para queimar em relação à expectativa de vida. No Brasil, tendemos a convergir para o nível dos países desenvolvidos, que estão na faixa dos 83 anos. É uma diferença ainda considerável, mas, se pensarmos que existem países na faixa dos 50 anos, vemos que estamos mais próximos dessa faixa superior”.

Segundo o pesquisador, a tendência é que esse aumento continue de forma gradual e cada vez mais lenta, uma vez que o salto dado no passado foi fruto, sobretudo, de uma forte queda na mortalidade infantil.

“Inicialmente, os ganhos se davam pela redução da mortalidade entre os mais jovens, em função da própria natureza dos óbitos. É algo que não necessita de grandes avanços tecnológicos, como a consciência de que é necessário dar água potável para as crianças. O próprio soro caseiro foi importante na década de 1980”, complementou Minamiguchi.

Expectativa de vida

Nos últimos 77 anos a expectativa de vida do brasileiro aumentou 30,5 anos. Segundo o IBGE, em 1940 a expectativa de vida era de 45,5 anos, sendo 42,9 anos para homens e 48,3 anos para mulheres.

Entre 1940 e 1960, o Brasil praticamente reduziu pela metade a taxa bruta de mortalidade (o número de óbitos de um ano dividido pela população total em julho daquele mesmo ano), caindo de 20,9 óbitos para cada mil habitantes para 9,8 por mil. Em 1960, a expectativa de vida ao nascer era de 52,5 anos.

Segundo o estudo do IBGE, em 1940, um indivíduo ao completar 50 anos tinha uma expectativa de vida de 19,1 anos, vivendo em média 69,1 anos. Com o declínio da mortalidade nesse período, um mesmo indivíduo de 50 anos, em 2017 teria uma expectativa de vida de 30,5 anos, esperando viver em média até 80,5 anos, ou seja, 11,4 anos a mais do que um indivíduo da mesma idade em 1940.

Homens

Apesar dos avanços nos indicadores de expectativa de vida dos brasileiros, em 2017 um homem de 20 anos tinha 4,5 vezes mais chance de não completar 25 anos do que uma mulher no mesmo grupo de idade.

Esse fenômeno pode ser explicado, segundo o IBGE, pela maior incidência dos óbitos por causas externas ou não naturais, que atingem com maior intensidade a população masculina. “Em 1940, o fenômeno da sobremortalidade masculina não era registrado no país, o que mostra que ele está relacionado com o processo de urbanização e metropolização do Brasil”, diz o IBGE.

A partir de 1980, as mortes associadas às causas externas ou não naturais, que incluem os homicídios, suicídios, acidentes de trânsito, afogamentos e quedas acidentais, entre ouros, passaram a desempenhar um papel de destaque, de forma negativa, sobre a estrutura por idade das taxas de mortalidade, particularmente dos adultos jovens do sexo masculino.

Idosos

A expectativa de vida dos idosos aumentou em 8,1 anos de 1940 a 2017. Segundo o IBGE, em 1940, de cada mil pessoas que atingiam os 65 anos de idade, 259 chegavam aos 80 anos ou mais. Já em 2017, de cada mil idosos com 65 anos, 632 completariam 80 anos.

A expectativa de vida ao atingir 80 anos, em 2017, foi de 10,3 anos e 8,6 anos para mulheres e homens, respectivamente. Em 1940, eram de 4,5 anos para as mulheres e 4,0 anos para os homens.

Mortalidade infantil

A taxa de mortalidade infantil (probabilidade de óbito até um ano de idade) teve uma melhora, que ficou em 12,8 a cada mil nascidos vivos, contra 13,3 em 2016.

Já a taxa de mortalidade na infância (de crianças menores de cinco anos de idade) caiu de 15,5 por mil em 2016 para 14,9 por mil em 2017. Das crianças que vieram a falecer antes de completar os 5 anos de idade, 85,7% teriam a chance de morrer no primeiro ano de vida e 14,3% de vir a falecer entre 1 e 4 anos de idade. Em 1940, a chance de morrer entre 1 e 4 anos era de 30,9%, mais que o dobro do que foi observado em 2017.

A tendência, segundo o pesquisador do IBGE, é de que os óbitos se concentrem cada vez mais nas crianças de até 1 ano, cujas mortes são causadas, predominantemente, por questões congênitas, como a má formação do feto.

“No grupo de 1 a 4 anos, predominam causas ligadas ao ambiente em que a criança vive, como a falta de saneamento básico. No grupo de até 1 ano, temos muitos óbitos que ocorrem nas primeiras semanas de vida da criança, causadas sobretudo por doenças congênitas”, explica.

A avaliação do IBGE é de que a queda na mortalidade infantil nas últimas sete décadas está amplamente relacionada ao aumento da expectativa de vida. Enquanto a taxa de mortalidade infantil caiu de 146,6 para 12,8 entre 1940 e 2017, a expectativa de vida ao nascer foi de 45,5 anos para 76 anos no mesmo período.

Fonte: Agência Brasil

29 de Novembro de 2018 às 17:36

Fãs podem votar nas atrações e antecipar a compra de passaportes da Fenamilho 2019

A votação online de shows está aberta e a venda no escuro de passaportes acontece até 31 de dezembro.

A cada ano que passa, o Sindicato dos Produtores Rurais de Patos de Minas tem buscado formas para ampliar a participação do público na organização da maior festa de Minas Gerais, a Festa Nacional do Milho.

Por essa razão, desde 2015, o público da Fenamilho tem a oportunidade de participar da definição dos shows, respondendo a uma pesquisa online, que tem como objetivo identificar as atrações mais desejadas. A Pesquisa de Shows para a Fenamilho 2019 já está disponível e pode ser acessada pelo site www.fenamilho.com.br. O interessado deve cadastrar seu nome e e-mail e, então, escolher entre mais de 90 artistas consagrados.

São 56 opções de shows no estilo Sertanejo, 17 para Axé, 11 na categoria Pop&Rock e 8 opções de artistas de Música Eletrônica e Funk. Os mais votados pelo público serão priorizados no momento de contratação dos shows para a Fenamilho 2019.

O Sindicato Rural também está lançando, pela ocasião do Natal, o primeiro lote de venda no escuro de passaportes, que será comercializado a partir das 12h do dia 03 até 31 de dezembro. Além de uma ótima opção de presente de Natal, que certamente fará sucesso entre jovens e adolescentes, quem comprar o passaporte mais cedo terá como benefício um grande desconto.

Uma novidade em relação aos anos anteriores é que a venda no escuro será online e os passaportes poderão ser adquiridos através do parceiro BlueTicket.

Em 2019, a Festa Nacional do Milho completa 61 anos de existência e terá um formato diferenciado em relação aos anos anteriores.

Fonte: ASCOM Sindicato dos Produtores Rurais

29 de Novembro de 2018 às 17:58

Vereador de Rio Paranaíba é condenado a mais de nove anos de prisão por ter abusado sexualmente de menor

O vereador já havia sido preso preventivamente em virtude de um mandato expedido pelo judiciário, após um requerimento do Ministério Público.

 

O vereador João Batista Alves de 46 anos, acusado de ter abusado sexualmente de uma adolescente de 13 anos em dezembro de 2017 foi condenado pelo Juiz de Direito da comarca de Rio Paranaíba. A sentença condenatória foi publicada no Diário do Judiciário Eletrônico desta quarta-feira 28/11 e está disponível para o acesso de qualquer cidadão.

Continue lendo após anúncio
 

De acordo com a publicação do Judiciário, o parlamentar foi condenado baseado no art. 217 – A, do Código Penal Brasileiro que esclarece que, ‘ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos’, configura crime com pena de reclusão entre 08 a 15 anos. No caso do vereador de Rio Paranaíba, foi fixada a pena de nove anos e quatro meses que, de acordo com o art.2°, §1º, da Lei 8.072/90, a pena deverá ser cumprida inicialmente em regime fechado.

Porém, o Juiz do caso ressalta na publicação que como “o acusado aguardou o julgamento em liberdade, possuindo endereço e ocupação lícita”, ele autorizou o parlamentar recorrer em liberdade, ressaltando a possibilidade de execução da sentença condenatória após o julgamento na segunda instância.

Em junho deste ano, o vereador já havia sido preso preventivamente em virtude de um mandato expedido pelo judiciário, após um requerimento do Ministério Público. Na época, o político foi preso na MG 230 e levado para a Delegacia da Polícia Civil em Patrocínio uma vez que, em Patos de Minas todas as carceragens especiais estavam ocupadas e não teriam como receber o político.

João Batista que está no segundo mandado pelo PR em Rio Paranaíba, foi acusado pelos pais de uma adolescente de 13 anos de ter abusado sexualmente de sua filha. Os responsáveis pela menina disseram que tomaram conhecimento de que a garota estaria em um relacionamento com o parlamentar, sendo que a mesma negou os fatos num primeiro momento.

Diante da Polícia Militar, a menina confirmou que encontrava com Batista já há trinta dias, porém, não revelou se os dois tiveram relações sexuais. Para um psicólogo, a adolescente teria relatado que havia mantido relações sexuais com o parlamentar.

O vereador negou os fatos e disse que a história teria sido inventada pela esposa de um homem que se relacionava com a irmã da menina, que também é menor de idade. O caso foi entregue para a Polícia Civil e correu em segredo de justiça.

Notícias Relacionadas

Polícia cumpre mandado e prende vereador de Rio Paranaíba acusado de estupro de vulnerável

Fonte: Paranaíba Agora foto: Patos Notícias

28 de Novembro de 2018 às 14:40

Gasto no exterior no cartão será fixado em real do dia da compra

A medida foi anunciada hoje (28) pelo Banco Central (BC) e passa a valer a partir a partir de 1º de março de 2020.

Os gastos feitos em moeda estrangeira nos cartões de crédito internacionais terão seu valor fixado em reais pela taxa de conversão vigente no dia de cada gasto realizado. A medida foi anunciada hoje (28) pelo Banco Central (BC) e passa a valer a partir a partir de 1º de março de 2020.

Dessa forma, diz o BC, o cliente ficará sabendo já no dia seguinte quanto vai desembolsar em reais, eliminando a necessidade de eventual ajuste na fatura subsequente.

“A medida aumenta a previsibilidade para os clientes em relação ao valor a ser pago, evitando o efeito da variação da cotação da moeda estrangeira entre o dia do gasto e o dia de pagamento da fatura”, explicou o BC, em nota.

Além disso, acrescenta o BC, a medida aumenta transparência e a comparabilidade na prestação do serviço, padronizando as informações sobre o histórico das taxas de conversão nas faturas que terão que ser divulgadas em formato de dados abertos, de forma que os rankings de taxas possam ser estruturados e divulgados.

Para a sistemática de fixação do valor em reais na data do gasto, a fatura terá que apresentar, além da identificação da moeda, a discriminação de cada gasto na moeda em que foi realizado e o seu valor equivalente em reais e as seguintes informações adicionais: data, valor equivalente em dólares (quando a moeda usada na compra for diferente de dólar) e a taxa de conversão do dólar para o real.

De acordo com a circular, as instituições poderão ofertar ao cliente sistemática alternativa de pagamento da fatura pelo valor equivalente em reais no dia de seu pagamento. Nesse caso, diz a circular, o cliente terá que aceitar “expressamente” essa opção.

Segundo o presidente do BC, Ilan Goldfajn, que apresentou hoje (28) avanços da Agenda BC+ (formada por medidas para tornar o crédito mais barato, aumentar a educação financeira, modernizar a legislação e tornar o sistema financeiro mais eficiente), a medida vai demorar mais de um ano para ser implementada pelas instituições financeiras. “Algumas instituições já oferecem, outras ainda precisam mudar o sistema. O consumidor vai se sentir mais confortável em saber na hora da compra quando ele gastou. É uma medida que facilita a vida do cidadão”, disse.

Fonte: Agência Brasil