26 de Novembro de 2021 às 11:54

VÍDEO: Homem com mandado de prisão, bate em motocicleta e ao ser localizado tentou fuga em alta velocidade, bate em viatura e ainda resistiu a prisão

Os suspeitos de 41 e 42 anos foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil.

Com informações da Polícia Militar foto: Rede Sociais

PATROCÍNIO (MG) - Na noite de quarta-feira, 24/11/21, por volta das 22h00min, a Polícia Militar atendeu uma ocorrência de acidente, onde um veículo colidiu em uma motocicleta e fugiu do local sem prestar socorro às vítimas.

A Patrulha de Operações durante rastreamentos, visualizou o veículo transitando pela Alameda dos Colibris, sendo dada uma ordem legal, através de sinais luminosos, sonoros e gestuais, para que o condutor parasse o veículo, entretanto o condutor passou a fugir em alta velocidade pelos bairros Dona Diva e Morada Nova, adentrando na avenida dos Bálsamos sentido bairro Jardim Sul.

Os militares montaram a operação Cerco e Bloqueio pela viatura do Tático Móvel na avenida Alberto Sanarelli.

O condutor do veículo, ao avistar o bloqueio, acelerou ainda mais o veículo em direção aos militares e colidiu contra a viatura, voltando a fugir em alta velocidade.

Ainda durante a fuga, os militares da Patrulha de Operações ouviram um estampido semelhante a disparo de arma de fogo, vindo a quebrar o vidro da porta do motorista.

Segundo a PM, foi necessário realizar disparos de arma de fogo, visando interceptar o veículo, que colocava em riscos os militares e demais usuários da via.

O condutor passou a transitar em alta velocidade pelas ruas do bairro Jardim Mônaco e retornou para a Avenida Alberto Sanarelli, onde as viaturas do turno, tiveram sucesso interceptar o veículo.

O condutor do veículo se identificou com nome falso, os militares realizaram levantamento através dos sistemas informatizados e verificaram o nome verdadeiro do condutor, que possui um mandado de prisão em aberto.

A PM ressalta que o condutor do veículo e seu irmão, que chegou ao local exaltado, passaram a resistir ativamente a prisão, sendo necessário o uso da força moderada e proporcional, visando cessar a injusta agressão e preservar a integridade física dos autores e dos militares.

Os suspeitos de 41 e 42 anos foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil.


close