# Notícias Gerais

6 de Julho de 2017 às 09:28

Suspeito de matar cabo do Exército em Uberlândia é preso em Anápolis Goiás

O cabo Antônio Neto foi morto durante troca de tiros com suspeitos que tentaram invadir sua residência

O segundo suspeito de matar Antônio Carvalho Vieira Neto, de 29 anos, militar do Exército em Uberlândia durante tentativa de roubo no bairro Vigilato Pereira foi preso nesta quarta-feira (5), na cidade de Anápolis, em Goiás. (ftoto á esquerda).

A prisão foi um trabalho em conjunto entre as Polícias Civis de Minas Gerais e Goiás.

O homem detido e um comparsa são apontados como autores da invasão à residência do cabo Antônio Carvalho Vieira Neto no dia 22 de junho. 

O suspeito estava escondido em Goiás na casa de um amigo. 

Durante a ação, o militar reagiu ao assalto e na troca de tiros foi atingido e morreu. Ferido, um dos assaltantes foi preso em seguida, após buscar atendimento na Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro São Jorge, e segue sob escolta no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU).

O padrasto de 81 anos do militar também foi ferido e está hospitalizado.

Segundo a PC mineira, há elementos comprovadores de autoria do homem preso em Anápolis. Ele será apresentado na tarde dessa quinta-feira (5) durante entrevista coletiva com o setor de Inteligência da PC.

Leia abaixo:

Cabo do exército é morto após trocar tiros com bandidos no Bairro Vigilato Pereira em Uberlândia

Fonte: Top Uai fotos G1 Valéria Almeida

5 de Julho de 2017 às 09:46

Evangelho do Dia

Tu vieste aqui para nos atormentar antes do tempo?

Dois possessos de demônios saíram de um cemitério e vieram-lhe ao encontro. Eram tão furiosos que pessoa alguma ousava passar por ali. Eis que se puseram a gritar: "Que tens a ver conosco, Filho de Deus? Vieste aqui para nos atormentar antes do tempo?”. Havia, não longe dali, uma grande manada de porcos que pastava. Os demônios imploraram a Jesus: "Se nos expulsas, envia-nos para aquela manada de porcos”. – "Ide” – disse-lhes. Eles saíram e entraram nos porcos. Nesse instante, toda a manada se precipitou pelo declive escarpado para o lago, e morreu nas águas. Os guardas fugiram e foram contar na cidade o que se tinha passado e o sucedido com os endemoninhados. [...]

Evangelho de hoje: Mt 8,28-34

5 de Julho de 2017 às 09:44

Apresentado hino oficial da JMJ 2019 no Panamá

Hino enfatiza chamado a ser discípulo missionário, a exemplo de Maria

Segundo o arcebispo de Cidade do Panamá, Dom José Domingo Ulloa Mendieta, este hino expressa a missão à qual cada um é chamado como discípulos e missionários, a exemplo de Maria. “Estamos entusiasmados de colocá-lo à disposição dos jovens de todo o mundo, para que, cantando, se preparem com alegria e predisposição para se deixar transformar por Deus”.

O hino foi escrito e composto por Abdiel Jiménez, catequista e salmista da Paróquia de Cristo Ressuscitado, em San Miguelito, autor de vários cantos litúrgicos, membro de corais e formado na Faculdade de Ciências Religiosas da Universidade católica de Santa Maria La Antigua.

A letra da canção exorta os jovens a viverem seguindo o exemplo de Maria e venceu em meio a 50 propostas, analisado também pelo Dicastério vaticano para os Leigos, a Família e a Vida.

A JMJ Panamá 2019 foi anunciada pelo Papa Francisco na conclusão da edição polonesa, em Cracóvia, em 2016. O evento será realizado de 22 a 27 de janeiro, sobre o tema “Eu sou a serva do Senhor: faça-se em mim segundo a tua palavra”.

Fonte: Notícias Canção Nova

5 de Julho de 2017 às 13:12

Sem dinheiro, Polícia Rodoviária Federal suspende escoltas, helicópteros e reduz deslocamentos

Instituição diz que não há caixa disponível para manter todas as atividades em ritmo normal




 

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) suspendeu nesta quarta-feira (5), por tempo indeterminado, as atividades de escolta de cargas superdimensionadas em rodovias federais, policiamento e resgate aéreo, além de reduzir os deslocamentos terrestres e desativar unidades operacionais.

Segundo a instituição, os cortes ocorrem devido à falta de dinheiro para “aquisição de combustível, manutenção e diárias [dos agentes]” e foram feitos para que “impactem o mínimo possível a atividade finalística do órgão e que possam ter reversão sem prejuízos à administração quando da recomposição orçamentária”.

Ainda de acordo com a nota divulgada, tarefas que sejam de competência exclusiva da PRF, enfrentamento ao crime e atendimento de emergências, deverão ser menos impactados.

As unidades administrativas da corporação também terão o horário de funcionamento alterado. O atendimento ao público será feito das 9h às 13h.

“Esclarecemos que a Polícia Rodoviária Federal, em conjunto com Ministério da Justiça e Segurança Pública, está em tratativas com Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão para que se tenha uma célere recomposição do orçamento e o consequente reestabelecimento dos serviços e normalização da atuação da instituição”, conclui.

Na semana passada, a Polícia Federal já havia suspendido a emissão de novos passaportes, também por falta de dinheiro. Os dois órgãos estão submetidos ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Ainda nesta semana, o Congresso deverá votar a liberação de R$ 102,3 milhões para que a PF volte a emitir os documentos. O projeto de lei foi aprovado ontem na Comissão Mista de Orçamento.

Fonte: R7

5 de Julho de 2017 às 08:26

Motociclista de 28 anos é encontrado caído e inconsciente às margens da MGC 354

O motociclista apresentava ferimentos pelo corpo e suspeita de traumatismo craniano.

Um motociclista de 28 anos foi levado às pressas para o Hospital Regional no início da noite desta terça-feira (04) depois de se envolver em um acidente. Ele foi encontrado caído no Km 165 da MGC 354, próximo a chamada Ponte do Ribeirão, no município de Patos de Minas. O rapaz estava inconsciente.

Um veículo do Lar Santa Rita de Presidente Olegário passava pelo local e os ocupantes avistaram o motociclista caído às margens da rodovia. Eles decidiram parar para prestar socorro. Ao perceberem a gravidade do condutor, eles acionaram o Samu para fazer o resgate.

A Polícia Rodoviária Estadual também foi acionada. O condutor da motocicleta foi identificado como Gilberto Antônio Santos Fonseca, de 28 anos. Ele apresentava ferimentos pelo corpo e suspeita de traumatismo craniano. A motocicleta, uma Honda CG 150, permaneceu caída no local.

As causas do acidente ainda serão investigadas. Ninguém sabe ao certo se o motociclista caiu ou se foi fechado por outro veículo. A perícia da Polícia Civil foi acionada para tentar descobrir o que provocou o acidente.

Fonte: Patos Hoje

4 de Julho de 2017 às 11:06

Evangelho do Dia

Levantando-se, ameaçou os ventos e o mar, e fez-se uma grande calmaria.

Subiu ele a uma barca com seus discípulos. De repente, desencadeou-se sobre o mar uma tempestade tão grande, que as ondas cobriam a barca. Ele, no entanto, dormia. Os discípulos achegaram-se a ele e o acordaram, dizendo: "Senhor, salva-nos, nós perecemos!”. E Jesus perguntou: "Por que este medo, gente de pouca fé?”. Então, levantando-se, deu ordens aos ventos e ao mar, e fez-se uma grande calmaria. Admirados, diziam: "Quem é este homem a quem até os ventos e o mar obedecem?”.

Evangelho de hoje: Mt 8,23-27

4 de Julho de 2017 às 10:57

Balança Comercial de junho tem melhor resultado para o mês desde 1989

Exportações superaram importações em R$ 23,7 bilhões no mês passado, diz MDIC

A balança comercial brasileira teve saldo positivo de R$ 23,7 bilhões (US$ 7,195 bilhões) em junho, afirmou o MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços) nesta segunda-feira (3).

O resultado de junho deste ano é o melhor para o mês da série histórica, iniciada em 1989, e o segundo melhor para todos os meses, ficando atrás apenas do registrado em maio, quando o resultado foi positivo em R$ 25,2 bilhões (US$ 7,661 bilhões).

No mês passado, as exportações somaram R$ 65,3 bilhões (US$ 19,788 bilhões), enquanto as importações totalizaram R$ 41,5 bilhões (US$ 12,593 bilhões).

Somente na quinta semana de abril (de 26 a 30), a balança registrou superávit de R$ 6,1 bilhões (US$ 1,863 bilhão).

Em junho, as exportações cresceram 23,9% em relação ao mesmo mês do ano passado, e 4,7% na comparação com maio, ambos pelo critério da média diária. Já as importações aumentaram 3,3% na comparação anual e 8,8% sobre maio.

Destaques

Do lado das exportações, houve aumento expressivo nos embarques de básicos (+ 28,5%), semimanufaturados (+ 28,2%) e manufaturados (+ 16,1%) em junho sobre um ano antes.

Os destaques ficaram por conta das vendas de petróleo em bruto, que saltaram 114,1% na mesma base de comparação, a US$ 2 bilhões, e de minério de ferro, que cresceram 32,2%, a US$ 1,4 bilhão. Com importante peso na balança, as exportações de soja em grão também subiram 18,2% sobre junho do ano passado, a US$ 3,4 bilhões.

Mesmo após os Estados Unidos terem suspendido em meados do mês passado a importação de carne bovina in natura do Brasil após alta porcentagem de embarques não terem passado pelos testes de segurança, as vendas de carne bovina brasileira, de maneira geral, subiram 16,6% em junho sobre igual mês do ano passado, a US$ 422 milhões.

As importações no mês tiveram comportamento menos uniforme. De um lado, as compras de bens de capital caíram 50,5% e, de outro, subiram as compras de combustíveis e lubrificantes (+ 62,4%), bens intermediários (+ 13,6%) e bens de consumo (+ 7,6%).

Semestre

No acumulado do primeiro semestre, a balança teve superávit de R$ 119,5 bilhões (US$ 36,219 bilhões), o melhor resultado para o período da série histórica, crescimento de 53,1% sobre mesmo intervalo de 2016, quando o superávit alcançou R$ 78 bilhões (US$ 23,651 bilhões).

Nos seis primeiros meses do ano, as exportações somaram R$ 355.5 bilhões (US$ 107 714 bilhões), alta de 19,3% em relação ao mesmo período de 2016. Já as importações alcançaram R$ 235.9 bilhões (US$ 71,495 bilhões), crescimento de 7,3%.

Fonte: Estadão e R7

4 de Julho de 2017 às 10:55

Na luta contra obesidade, governo estuda mudar rótulos de alimentos e reduzir açúcar de bolos e achocolatados

Especialistas dizem que políticas de saúde pública devem envolver também atividades físicas

O Ministério da Saúde estuda mudar os rótulos dos alimentos industrializados para facilitar a leitura das quantidades de sal, açúcar e gorduras trans presentes em cada embalagem. A informação foi confirmada na última semana pelo ministro Ricardo Barros no Ethanol Summit — evento promovido pela UNICA (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) voltado para discussões sobre energias renováveis.

— Nós temos um estudo da ABIA (Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação) para a confecção de rotulagem dos alimentos com a sinalização como um semáforo: verde, amarelo e vermelho. O objetivo é que as pessoas percebam, na parte frontal do rótulo — estas cores estão presentes naquela parte da embalagem que fica de frente para o consumidor na prateleira —, o quanto tem de sal, açúcar e gordura trans em cada alimento. Isso é uma leitura muito fácil que vai fazer com que o consumidor perceba, com clareza, o que está consumindo.

De acordo com Daniel Magnoni, cardiologista e nutrólogo do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, o rótulo dos alimentos industrializados deve se tornar uma ferramenta de educação nutricional, a partir da qual as pessoas possam se informar melhor sobre ingredientes e dietas equilibradas.

— Várias medidas podem ser tomadas nesse sentido para facilitar a leitura e compreensão para todos os setores da população: é possível aumentar o tamanho das letras nas embalagens, colocar cores que descompliquem o entendimento. Algumas coisas precisam ser adaptadas também, as pessoas às vezes não sabem que o "sódio" presente no rótulo é o sal; não compreendem os quatro tipos de gordura especificados nas embalagens ou que %VD corresponde a percentual de Valores Diários.

Entretanto, Magnoni defende que não basta adaptar as embalagens para que a população se torne mais consciente: “É preciso ainda promover a educação nutricional nas escolas, ter nutricionistas em postos de saúde e tornar a preocupação com o excesso de peso e com a dieta equilibrada uma porta de entrada para toda a atenção às condições de saúde de um indivíduo”.

Menos açúcar nos alimentos

Segundo Ricardo Barros, o Ministério da Saúde está reunido desde o começo do ano com profissionais de medicina, educação física e nutrição para elaborar um plano de redução de açúcar utilizado em alimentos industrializados. De acordo com ele, o objetivo é lançar o acordo — que envolve bolos, achocolatados, lácteos, bebidas adoçadas e biscoitos — no segundo semestre de 2017. A medida faz parte das políticas do governo para enfrentar a crescente obesidade no Brasil. Estudo divulgado recentemente pela pasta mostra que, nos últimos 10 anos, a prevalência da obesidade na população brasileira aumentou em 60%, passando de 11,8% em 2006 para 18,9% em 2016. As pesquisas também apontam que o brasileiro consome 50% a mais de açúcar do que o recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Ainda de acordo com Barros, outra das ações do governo para frear a obesidade seria acabar, em breve, com a oferta de refil de refrigerantes em restaurantes e redes de lanchonetes no País. Segundo o levantamento Vigitel (Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por Inquérito Telefônico) de 2016, 16,5% da população brasileira consome refrigerante ou sucos artificiais quase todos os dias.

— O presidente da ABIA está intermediando com as redes de fast food e restaurantes um acordo para que não se faça mais a venda refil dos refrigerantes, porque não é possível que nós incentivemos a população ao consumo de bebidas açucaradas. Há estudos que mostram que as vendas em refil aumentam em 30% o consumo de refrigerantes nas lanchonetes.

Importância da atividade física

O preparador físico Marcio Atalla pondera que, além do papel fundamental da alimentação saudável na qualidade de vida dos brasileiros, é necessário conscientizar a população sobre a importância dos exercícios físicos e garantir condições para que as pessoas evitem o sedentarismo.

— O ser humano, naturalmente, poupa energia e se movimenta apenas quando é necessário. Hoje, o brasileiro é muito condicionado às possiblidades que o meio ambiente oferece para a movimentação: andamos muito de elevador, escada rolante, passamos tempo em frente ao computador, etc. O problema da obesidade, desta forma, vai além das medidas imediatistas, como sobretaxar ou reduzir ingredientes dos produtos. São necessárias boas políticas de saúde pública para munir as pessoas de informação.

Atalla dá o exemplo das intervenções feitas na cidade de Jaguariúna, no interior paulista, onde o combate ao sedentarismo se deu com caminhadas coletivas e, principalmente, com o incentivo de atividades físicas em momentos de lazer. Segundo o profissional, ações como oficina de nutrição e educação física, orientações clínicas e treinamento de agentes de saúde garantiram mudanças nos hábitos de vida de 40% da população no município.

— O problema da obesidade no Brasil é profundo e envolve educação populacional, o que não se faz da noite para o dia.

Fonte: R7

4 de Julho de 2017 às 12:08

Morre, aos 61 anos, ex-vereador José Cincinato de Ávila em Araxá (MG)

Por motivo de luto, Reunião Ordinária dessa terça-feira (04), foi transferida para quarta-feira, dia 05 de julho

Morreu na madrugada dessa terça-feira (04), em um acidente na BR-262, o ex-vereador José Cincinato de Ávila. O velório será realizado no Passo da Saudade, a partir de 11h30m e o sepultamento vai acontecer no jazigo da família, no Cemitério das Paineiras.

A presidência da Câmara Municipal de Araxá decretou luto e a Reunião Ordinária que seria realizada nessa terça-feira foi transferida para a quarta-feira, 05 de julho. A Reunião Extraordinária de quinta-feira (06), para votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) não foi alterada.

Histórico

José Cincinato era empresário e uma das principais lideranças política de Araxá. Foi vereador por cinco mandatos, de 1989-1992, 1993-1996, 1997-2000, 2001-2004 e seu último mandato, de 2005-2008, quando foi eleito com 1322 votos, pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB).

Foi Presidente da Casa Legislativa e também integrou importantes comissões, como a de Finanças, Justiça, Legislação e Redação Final e a de Educação, Cultura e Saúde. José Cincinato era casado e deixa duas filhas. Atualmente estava filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

Ascom Câmara Municipal de Araxá